Blog do Leão

De olho neles – Luziânia

216 14

 

Diretoria do Luziânia espera lotar o Serra do Lago contra o Fortaleza

Diretoria do Luziânia espera lotar o Serra do Lago contra o Fortaleza

Caros tricolores, nesta semana o foco será a estréia na Copa do Brasil. O Leão vai a Goiás enfrentar o vice-campeão do Distrito Federal. É isso mesmo! nem você está lendo errado, e nem eu estou ficando doido. O nosso adversário, o Luziânia, time da cidade de mesmo nome, fica no estado de Goiás, mas é federado a Federação Brasiliense de Futebol. Somente a 70km de Brasília, o Luiziânia optou por disputar um campeonato menos oneroso com viagens mais curtas.
A cidade de Luziânia, nome que homenageia a sua padroeira Santa Luzia, tem o Estádio Municipal Zequinha Roriz  com capacidade para 22 mil pagantes, mais conhecido como Serra do Lago, onde a Associação Atlética Luziânia manda seus jogos.
Fundado em 1926, o Luziânia apesar de antigo, nunca conquistou um título, sendo um clube, na maioria das vezes, que luta por posições intermediárias no estadual do Distrito Federal, amargando até um rebaixamento  em 2010.

O Azulão foi mal no primeiro turno e a principal novidade na equipe para o segundo turno foi fora das quatro linhas. O técnico Marquinhos Bahia foi contratado com a missão de arrumar a casa e salvar a equipe azulina do rebaixamento. Mas a diretoria não deixou de pensar no elenco e trouxe reforços. Antes, porém, o clube dispensou quatro atletas que não vinham rendendo o esperado: os meias Paulinho, Vinícius e Rodrigo Menezes, além do atacante Thiago Silva, foram liberados após o término do primeiro turno.
Já as caras novas são o volante Bruno Medeiros, o meia-atacante Luiz Carlos, e o atacante Matias, vindos do Botafogo-RJ. Completam a lista de reforços o zagueiro Clayton (ex-Itumbiara-GO), o meia Victor (ex-Mixto-MT), o atacante Samuel (ex-São Carlos-SP) e o lateral-esquerdo Gabriel, que acumula passagens por Botafogo-RJ, Corinthians-SP e Guarani-SP. Como podemos ver, tanto os dispensados, quanto os contratados passam longe de ser conhecidos.
A escalação mais utilizada nos últimos jogos do Luziânia foi: Edmar Sucuri; Glauber, Perivaldo, Galego e Gabriel; David, Bruno, Rodrigo Alves e Samuel; Matias e Tety.  Dá pra encarar?? Lembrando que uma vitória do Fortaleza por dois ou mais gols de diferença elimina o adversário sem jogo de volta.

Ufa. Por enquanto é isso!

Brasília, ops..Goiás, aí vamos nós!!