Blog do Leão

Fortaleza 1×1 Cuiabá – O colecionador de empates

1298 34

 

Ronny, o carrasco do Cuiabá, abriu o placar, mas o Leão cedeu o empate no Castelão

 

Caros tricolores, mais um resultado pereba colecionado pelo Leão do Pici. E olhe que pelamos o porco, pois o time matogrossense teve um gol legítimo anulado pela arbitragem quando ainda estava 0x0.

Com um ataque inoperante que provavelmente seria reprovado na arte de fritar bolinhos, o time tricolor deu com o pau na cabeça da bola por quase noventa minutos, mas de cum força mesmo pra matar a coitada. Judiação grande.

Sem criatividade, com preguiça, sem força, com displicência e sem vontade foi como se esforçou o time do Fortaleza para arrancar xingamentos da sua torcida.

Apesar da já consumada improvisação de Mancha na zaga e da novidade da entrada do atacante Vinicius Baiano, até acho que Paulo Bonamigo está tirando leite de pedra. A verdade é que a esta altura do campeonato não temos muito o que fazer. Criticar ou abandonar agora não vai fazer curar ruindade e mandar embora também não cabe como solução pois ninguém mais pode ser contratado.

Atualmente o esquadrão está recheado de jogadores de estreia: Hiago, Jô e Paulo Sérgio nem em sonho estimulam a mente do torcedor para pensamentos positivos. Só nos resta levar o time nas costas e de longe soprar a bola pra ver se ela entra, nem que seja no grito.

A classificação deve vir. Matematicamente falta pouco, aí depois começa do zero e dessa vez poderemos estar do outro lado da moeda, jogando contra quem mereça subir muito mais que nós.

Oremos

 

Fortaleza-CE 1 x 1 Cuiabá

14ª rodada
Data: 13/08/2017
Horário: 18h00
Local: Arena Castelão – Fortaleza (CE)
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira (MG)
Assistentes: Magno Arantes Lira (MG) e Breno Rodrigues (MG)
Renda: R$ 81.976,00
Público: 9.341 pagantes
Gols: Fortaleza-CE: Ronny 34′ 2T; Cuiabá-MT: Bileu 41′ 2T

Fortaleza:
Marcelo Boeck; Felipe, Rodrigo Mancha, Ligger e Bruno Melo; Wellington Reis, Pablo e Éverton (Éverton); Hiago (Jô), Lúcio Flávio (Vinicius Baiano) e Paulo Sérgio.
Técnico: Paulo Bonamigo.

Cuiabá:
Henal; Bruno Moura, Douglas Mendes, Heverton e Rafael Estevam; Carlão, Bileu, Alê e Pereira (Elton Martins); Elias e Bruno Sávio (Daniel Amorim)
Técnico: Moacir Júnior.