Blog do Leão

Fortaleza 1×0 Sampaio Corrêa – Como se cura uma ressaca

149 21

Leandro Cearense marcou o gol da vitória do Leão. Foto: Julio Caesar/O Povo

 

 

Caros tricolores, ainda em clima de festa pela conquista do acesso, Fortaleza e Sampaio Corrêa entraram em campo para iniciar as disputas da semifinal. O primeiro tempo foi desidratado de emoções, uma chance isolada aqui e outra acolá.
Mas já dava pra perceber que o atacante Hiago começava a ensaiar sua exímia capacidade de perder as jogadas. Eu só consigo aceitar a titularidade dele nos noventa minutos por uma condição: dedicação tática. Acho que ele foi o maior ladrão de bola da partida, só no primeiro tempo ele desarmou três ataques do Sampaio, e continuou a fazê-lo no segundo tempo. E nos dias de hoje, não tem treinador no mundo que tire de campo um atacante com estas características, até por que além de cumprir toda essa obrigação tática, se ele ainda desmanchasse lá no ataque estaria era sendo treinado pelo Tite.

No intervalo, o Zago deu uma boa dose de engov pra galera e o time voltou fervendo feito um sonrisal na água. Foram tantas chances desperdiçadas que se pelo menos a metade tivesse entrado no gol maranhense transformaria o jogo de volta num amistoso.

Leandro Cearense que substituiu Lúcio Flávio perdeu boas chances, mas fez um belo gol que decretou a vitória leonina. Felipe e Bruno Melo continuaram aparecendo bem no jogo, Uchôa, Edmar e Adalberto implacáveis e Leandro Lima não foi tão acionado como no jogo contra o Tupi.

A vitória sem tomar gols foi importante, mesmo que pelo placar mínimo, afinal não é fácil ganhar do Sampaio. O time maranhense só perdeu DUAS partidas fora de casa em toda a competição, ambas para o Fortaleza.

Vamos para São Luís no sábado para defender a pequena vantagem e viver mais noventa minutinhos de emoção. Valha-me Deus.

Arrocha, Leão!

 

https://www.youtube.com/watch?v=eDQLRiKYRco