Blog do Vozão

Botafogo 2×2 Ceará – Um tempo, um ponto

317 7

Atacante Cléber voltou a marcar e quebrou o jejum de gols (Foto: Israel Simonton/Cearasc.com)

Depois de um primeiro tempo muito, mas muito abaixo do desempenho habitual do time, chegando a fazer seu torcedor temer pelo pior, o time deu uma melhorada no segundo tempo, conseguiu equilibrar as coisas em campo e, pelo menos, saiu de campo com o empate. 

Uma peça mal encaixada fez com o time não conseguisse fazer seu jogo habitual. Lima era essa peça. Além de não produzir nada, a presença de Lima em campo afetou o desempenho de Vina, e sobrecarregou Fabinho e Charles na marcação no meio de campo.

No segundo tempo, sem Lima em campo, o time passou a ter um desempenho melhor, mas não o suficiente para vencer a partida.

Vale ressaltar que a melhora do time não se deu tanto pelos que entraram, mas, muito mais pela saída de Lima. Leandro Carvalho fez o gol e só, e ainda não esqueceu de tomar o seu cartão amarelo, Rick o de sempre, nem fedeu, nem cheirou, Wescley só entrou em campo. E assim a estrela de Vina ajudou o Guto.

A boa é que o ataque voltou a marcar. A lição é que não dá mais pra insistir com Lima.

Diria que o resultado de empate foi justo, não pelo que fizeram os dois times em campo, mas sim pelo que não fez o Vozão na partida, principalmente no primeiro tempo.

Por fim, apesar de não ter conseguido a vitória, vale dizer que em competições de pontos corridos é sempre bom pontuar fora de casa. Portanto, um ponto que tem seu valor e sua importância.

Pra finalizar, não se deixe perder pelas competições, agora é hora de dar uma pausa na Série A, e voltar o foco para a Copa do Brasil, pois na quarta-feira, 04/11, teremos decisão de vaga no Castelão. Que venha o Santos.

Confira lances da partidas.