Blog do Vozão

Ceará 1×2 Palmeira – Nem fora, e agora nem em casa

81 6

Cléber marcou o gol do Vozão na partida (Foto: Felipe Santos/Cearasc.com)

O sofrimento do torcedor alvinegro nessa reta final de Série A parece que não tem dia para acabar. Depois de mais uma derrota, dessa vez em casa, o torcedor alvinegro a cada rodada vê o futuro querer repetir o passado.

O time até que não vem fazendo jogos tão ruins, mas a velha e infinita dificuldade para colocar a bola dentro do gol tem levado o time a amargar resultados péssimos que o tem feito despencar na tabela.

Não bastasse ter que superar as deficiências crônicas do time, agora será preciso também superar o psicológico. Se não bastasse o time não vencer fora de casa, agora temos que conviver com a falta de vitória jogando em casa.

Ficar buscando desculpas na falta de sorte e nos erros de arbitragens é querer não aceitar que o elenco é carente de peças de qualidade.

Todo mundo se reforça para jogar uma Serie A, mas no Vozão seu presidente faz o contrário, vende jogadores (Charles e Saulo), enxuga a folha se livrando de outros (Cachaça, Baxola, Wescley, Alyson…), e “reforça” o time com Gabriel Santos, Wendson, Hélio Borges, etc…

Depois dos 3×1 no Clássico-Rei, foram 12 jogos e, curiosamente, o time só venceu um, ainda assim contra a lanterna Chapecoense, com um gol de pênalti e muito sufoco no final da partida.

Mas ganhar do rival é bom demais e todo mundo até vira craque, basta ver o que diz o executivo de futebol, Jorge Macedo, na primeira coletiva da semana pós vitória no Clássico-Rei. Confira aqui.

O pesadelo de 2019 parece querer se repetir.

Pelo visto 2020 foi um ponto fora da curva.

É se agarrar na fé e ver no que vai dar.

Confira lances da partida.