Clube da Luta

Em luta dura, Chris Weidman mantém cinturão contra Lyoto Machida

825 1
Lyoto e Weidman fizeram uma lutaça. Foto: UFC/Divulgação

Lyoto e Weidman fizeram uma lutaça. Foto: UFC/Divulgação

O carrasco de Anderson Silva convenceu! Chris Weidman fez uma luta duríssima contra Lyoto Machida e manteve o cinturão do peso-médio. O americano mostrou ter mãos pesadas e investiu em quedas contra o carateca para vencer o brasileiro na madrugada deste domingo, 5, no UFC 175.

Machida fez uma apresentação segura e consistente no primeiro round. Weidman tentou duas vezes derrubar, mas não conseguiu. Chris acertou um duro direto no queixo do brasileiro, que absorveu bem o golpe. Lyoto gingou bastante na frente do americano, que teve dificuldade de achar o carateca dentro do cage.

No segundo round, Weidman voltou mais concentrado e aplicou uma queda faltando um minuto para o fim da etapa. No ‘ground and pound’, o americano deu um sufoco no brasileiro buscando a finalização. Em seguida, quando Machida se levantou, Chris segurou o pescoço do carateca, ensaiou uma guilhotina e o acertou com uma joelhada.

O terceiro round foi todo a favor de Weidman. O americano conseguiu levar o brasileiro três vezes ao solo, acertou uma cotovelada, que abriu um corte no rosto do ‘Dragão’, e venceu o assalto com sobras. Apesar de colocar Machida de costas para o chão, Lyoto se manteve tranquilo e conseguiu sair da posição.

Emoção no quarto round! Lyoto foi melhor e acertou duros golpes no americano. Weidman parecia atordoado e buscava quedas – todas defendidas pelo brasileiro. O duelo empolgou a torcida brasileira que gritou o nome do ‘Dragão’.

No quinto round, os dois voltaram exaustos. Trocação franca. Lyoto batia, Weidman respondia. Na parte final do assalto, o americano derrubou o brasileiro e buscou uma finalização. Guerreiro, Machida levantou e partiu como um cão feroz para cima do campeão. A sequencia de golpes em Chris não foi suficiente para nocauteá-lo.

Após cinco rounds emocionantes, os juízes deram a vitória por decisão unânime para Chris Weidman. Apesar da derrota, Machida fez um excelente combate e deve voltar a duelar contra o campeão.

“Chris Weidman é o campeão, mas eu vou voltar. Obrigado, Brasil”, disse o brasileiro após o combate.

Cobertura UFC 175:

+ Em apresentação relâmpago, Ronda Rousey nocauteia Alexis Davis no primeiro round
+ Com dedo fraturado, Uriah Hall vence Thiago Marreta na raça
+ Urijah Faber finaliza Alex Caceres em luta agarrada, com quedas e ‘ippon’

 

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *