Clube da Luta

Vitor Belfort deve ser o próximo desafiante ao cinturão dos pesos médios do UFC

Weidman e Belfort devem, enfim, se enfrentar| Foto: reprodução

Weidman e Belfort devem, enfim, se enfrentar| Foto: reprodução

Lyoto Machida não conseguiu conquistar o cinturão dos médios, na madrugada de sábado para domingo, na luta principal do UFC 175, em Las Vegas, mas fez um grande combate contra Chris Weidman e visualiza uma revanche contra o americano no futuro. Com o resultado, outro brasileiro, Vitor Belfort, deve ser o próximo a desafiar o atual campeão.

Lyoto começou a luta estudando o adversário e cauteloso em atacar nos dois primeiros rounds. No centro do octógono, Weidman tomou a iniciativa, derrubou o brasileiro e até abriu um corte em Lyoto no terceiro round. O brasileiro melhorou nos minutos finais, acertou bons golpes na trocação e o duelo se manteve equilibrado até o resultado oficial dos jurados, que deram vitória unânime para Weidman. “Minha motivação era muito alta, mas eu não botei foco no cinturão, apenas na minha performance. No futuro, um dia, gostaria de lutar novamente contra ele”, afirmou o brasileiro, na coletiva após o evento.

Weidman segue invicto e aumenta o triunfo em cima de brasileiros, já que possui também duas vitórias em cima de Anderson Silva. Ainda assim, o país continuará no seu caminho: Vitor Belfort deve ser o próximo desafiante da categoria. “Eu acho que sei o que vem em seguida. É o que todo mundo quer – o que eu quero ver e o que você quer ver – e é provavelmente Vitor Belfort. Só que Vitor precisa resolver a sua situação com a Comissão Atlética de Nevada antes”, avisou Dana White. Pego no exame antidoping, em fevereiro, Belfort aguarda a audiência que discutirá a liberação de seu pedido de licença, em 23 de julho.
Logo após o término do UFC 175, Belfort foi às redes sociais desafiar o americano. “Agora eu quero o que eu mereço, minha luta pelo título. Não fuja. Sem desculpas”, escreveu. O carioca vem de vitórias em cima de Bisping, Rockhold e Dan Henderson, todas em 2013.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *