Clube da Luta

Caio Monstro busca quarto triunfo no UFC em Uberlândia: ‘Vou acabar a luta antes do terceiro round’

Caio Monstro durante a pesagem do UFC em Uberlândia | Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto

Caio Monstro durante a pesagem do UFC em Uberlândia | Foto: Alexandre Loureiro/Inovafoto

O Ultimate Fighting Championship (UFC) desembarca pela sexta vez no Brasil, em 2014, para realizar o penúltimo evento do ano no país. Uberlândia, em Minas Gerais, recebe neste sábado, 8, a edição que terá o brasileiro Maurício Shogun e o americano Ovince Saint Preux na luta principal, e mais dez combates completam o card. O Ceará estará bem representado por Caio “Monstro” Magalhães, cearense que vem embalado com três vitórias consecutivas para enfrentar o americano Trevor Smith.

Natural de Senador Sá, o cearense está cada vez mais próximo de entrar para o ranking dos 15 melhores atletas da divisão até 84 kg. No UFC, Caio perdeu apenas na estreia, em 2012, e depois emplacou três vitórias entre 2013 e 2014. Desde que começou a treinar com Glover Teixeira, brasileiro que já disputou o cinturão dos meio-pesados, o Monstro do octógono melhorou suas técnicas. “Estou preparado para tudo. Fiz meus primeiros treinos com minha equipe aqui em Fortaleza, a Dragon Fight/Nova União. Depois viajei para os Estados Unidos, onde fiz um camp de treze semanas para a luta, na academia do Glover Teixeira. A gente deu uma evoluída com os treinamentos com o Gaúcho (Viana) e o Glover. Fiz muito sparring (treino de combate com companheiro de equipe), aqui tem vários treinadores de muay thai que me ajudaram”, garante ele em entrevista ao O POVO.

+ Veja os melhores momentos de Maurício Shogun contra as lendas: Henderson, Liddell e Coleman

Faixa-preta de jiu-jitsu, o cearense tem se destacado também na trocação. Na última luta pelo UFC, em abril deste ano, ele nocauteou Luke Zachrich com menos de um minuto do primeiro round. O novo adversário de Caio também utiliza com propriedade a arte de finalizar, mas o brasileiro não está tão preocupado com as qualidades do americano. “O Trevor tem um jogo parecido com o meu, bota para baixo e tenta finalizar. Mas me sinto mais confortável do que ele na trocação. Vou tentar trocar com ele, com meu jogo de kickboxing e, se abrir uma brecha, quem vai colocar para baixo sou eu. Vou buscar acabar a luta antes do terceiro round”.

Com a possibilidade de emplacar o quarto triunfo seguido, em dois anos, Caio pode se aproximar do pelotão de elite do peso médio, do campeão Chris Weidman, que por sete anos foi dominada por Anderson Silva. Mesmo com resultados positivos no UFC, Monstro prega um discurso de humildade. “É sempre bom lutar em casa, com o apoio da torcida. Eu gosto de sentir esse calor. Me dediquei demais para essa luta. Depende do UFC. Eles que mandam, não estou pronto para pedir luta, tenho nove lutas de MMA. Meu foco agora é nessa luta. Então, depois dessa vitória, quem eles botarem para mim, estarei pronto”.

Desde a última apresentação, o lutador brasileiro tem levantado a bandeira da Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio), quando entrou para a pesagem oficial do evento vestindo uma camisa da unidade. O atleta repetiu o gesto ontem, quando subiu na balança do UFC em Uberlândia. A aproximação com o órgão aconteceu através do mestre de Caio – Guilherme Santos – que é policial da corporação. “Queria mandar um abraço para todo mundo do Raio, para o comandante da corporação, major Márcio Oliveira, e todos os caras que estão na linha de frente combatendo a criminalidade em Fortaleza”, finaliza Monstro.

Cartel do Caio Monstro
8 vitórias (dois nocautes, três finalizações e três decisões)
1 derrota (decisão)

UFC: Shogun x St. Preux
8 de novembro de 2014, em Uberlândia (MG)
22h30 (horário de Brasília)
CARD PRINCIPAL
Peso-meio-pesado: Maurício Shogun x Ovince St. Preux
Peso-mosca: John Lineker x Ian McCall
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Alan Jouban
Peso-meio-médio: Cláudio Hannibal x Leon Edwards
Peso-palha: Juliana Lima x Nina Ansaroff
CARD PRELIMINAR
Peso-pena: Diego Rivas x Rodolfo Rubio
Peso-médio: Caio Monstro x Trevor Smith
Peso-meio-médio: Dhiego Lima x Jorge Oliveira
Peso-leve: Leandro Buscapé x Charlie Brenneman
Peso-galo: Thomas Almeida x Tim Gorman
Peso-meio-médio: Wagnão Silva x Colby Covington

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *