Clube da Luta

Thiago Pitbull e Rony Jason defendem invencibilidade de cearenses em 2015

Carlos Condit e Thiago Pitbull fazem a luta principal do UFC em Goiânia | Foto: William Lucas/Inovafoto

Carlos Condit e Thiago Pitbull fazem a luta principal do UFC em Goiânia | Foto: William Lucas/Inovafoto

Thiago ‘Pitbull’ Alves e Rony ‘Jason’ Mariano são os protagonistas cearenses do card do Ultimate Fighting Championship (UFC) em Goiânia, neste sábado, 30. A dupla defende a série de vitórias de atletas do Estado, que não perdem desde novembro de 2014. Ao todo, são cinco representantes na organização. O último revés ocorreu em julho do ano passado, quando Diego Brandão foi derrotado por Conor McGregor.

+ Ex-dançarino, Thiago Pitbull quer testar resistência de Condit: ‘quero ver se ele aguenta porrada’

Natural de Fortaleza e radicado nos Estados Unidos, Thiago Pitbull está prestes a completar 10 anos de UFC e faz a luta principal do evento em Goiânia, contra o número 4 dos meio-médios (até 77 kg), Carlos Condit. Ex-dançarino, o lutador planeja uma meta ousada até 2016. “Essa luta é tão importante como um title shot, pois é um passo mais perto do cinturão, que vai ser meu em 2016. Tudo é possível, especialmente nessa categoria. Vou estar preparado para esse ano ou próximo ano para lutar pelo cinturão. Minha ideia é enfrentar o Condit, lutar mais uma neste ano e, no próximo, lutar pelo cinturão”, disse o atleta em entrevista exclusiva ao Blog Clube da Luta, do O POVO.

+ Rony Jason diz ter recuperado ‘tesão’ de lutar em camp em Curitiba: ‘Cheguei lá, já queriam me nocautear’

Já o campeão do TUF Brasil 1, Rony Jason, luta no card preliminar do evento contra Damon Jackson, depois de um ano sem lutar por causa de uma fratura na mão. Habituado a se preparar para os duelos em Natal, o cearense passou por mudança no seu camp por causa de problemas pessoais e treinou em Curitiba. “Lá em Natal, tive alguns problemas. Fiquei muito tempo sem lutar, perdendo o tesão pela luta. Tive problemas pessoais, terminei um relacionamento. Em Natal, todo mundo me conhece, me chamava para sair, para ir para balada. Acabei perdendo o foco. Em Curitiba não conheço ninguém, foi algo novo para eu experimentar, me testar com pessoas novas. Cheguei lá, queriam me nocautear e finalizar”, comentou ao Blog.

O oponente de Rony é especialista no chão. Faixa-preta de jiu-jitsu, o cearense não se preocupa com a possibilidade da luta ir para o chão. “Se a luta fora para o chão, eu dou um beijo nele. (risos). Sou do jiu-jitsu. Nunca vou perder a essência. Se botar para baixo, vou finalizar”, completou.

Confira os comentários dos jornalistas do Blog Clube da Luta sobre as lutas dos cearenses no UFC em Goiânia:

[dailymotion]http://www.dailymotion.com/video/x2s0pib_bruno-balaco-e-lucas-mota-falam-da-expectativa-para-as-lutas-dos-cearenses-no-ufc-goiania_sport[/dailymotion]

UFC Condit x Alves
30 de maio, em Goiânia (GO)

CARD PRINCIPAL
Peso-meio-médio: Carlos Condit x Thiago “Pitbull” Alves
Peso-pena: Charles do Bronx x Nik Lentz
Peso-meio-médio: KJ Noons x Alex Cowboy
Peso-meio-pesado: Francimar Bodão x Ryan Jimmo
Peso-meio-médio: Wendell Negão x Darren Till
Peso-leve: Francisco Massaranduba x Norman Parke

CARD PRELIMINAR
Peso-pena: Rony Jason x Damon Jackson
Peso-mosca: Jussier Formiga x Wilson Reis
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Nicolas Dalby
Peso-leve: Mirsad Bektic x Lucas Mineiro
Peso-palha: Juliana Lima x Ericka Almeida
Peso-meio-médio: Luiz Besouro x Tom Breese

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *