Educação

Jovens brasileiros enfrentam bullying e solidão na escola

O bullying nas escolas brasileiras é uma prática comum e está acompanhada da falta de amigos, do consumo de drogas e da solidão. Esses problemas podem desencadear doenças ligadas à saúde mental como depressão.

O retrato surge dos dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense), feita pelo IBGE em parceria com o Ministério da Saúde. O bullying acomete 7,2% dos alunos do último ano do ensino fundamental, que “sempre ou quase sempre se sentiram humilhados por provocações dentro da escola” nos 30 dias anteriores ao levantamento (levado a campo em setembro passado). “Isso sinaliza que esses alunos podem ter problemas mentais no futuro e que eles já sofrem no presente”, disse Marco Antonio Andreazzi, gerente do IBGE.

Outro fator que indica o risco de doenças mentais no futuro é a ausência de amigos e o sentimento de solidão. Entre os adolescentes desse grupo, 3,5% disseram não ter amigos. O problema afeta mais as meninas (4,6%) do que os garotos (2,5%).

E você, educador, já detectou algum caso em sua escola? Conte-nos! Esperamos seus relatos!

Fonte: Folha de S. Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *