Futebol do Povo

Federação Cearense pensa em proibir árbitros de fora nos jogos do estadual

724 7

classico

Dirigentes da Federação Cearense de Futebol estão estudando incluir no Regulamento Geral de Competições válido para o ano de 2016 a determinação de que será apenas do quadro local de árbitros a responsabilidade do comando das partidas do estadual.

A Federação considera que a arbitragem tem melhorado e causou incômodo que o Fortaleza tenha pedido árbitros de fora as finais da competição e o Ceará não manifestou qualquer contrariedade com o fato. No primeiro jogo, domingo passado, Ricardo Marques Ribeiro, da Fifa, apitou bastante bem. Para o segundo jogo, dia 3 de maio, está escalado Péricles Bassols.

As principais alegações da Federação para que a proibição de árbitros de fora seja adotada são as seguintes: há investimentos em psicólogo para os árbitros, em treinamento e orientação profissional. Além disso, a FCF tem certeza de que nos quatro Clássicos-Rei de 2015, todos com comando local, as atuações dos árbitros foram excelentes e impedir que os mesmos trabalhem nas finais impede o crescimento dos homens do apito tanto local como nacionalmente.

Para que essa determinação seja colocada no Regulamento Geral das Competições os clubes não precisam concordar. Depende, exclusivamente, da decisão da FCF.

Recomendado para você

7 Comentários

  • Diego disse:

    E o Ceará pediu árbitro de fora!? Não tinha sido somente o time do pici?

    Exato. O Fortaleza pediu para os dois jogos. Valeu
    FG

  • eduardo disse:

    Pro Ceará tá ótimo árbitro local, pois é só assoprar perto de um jogador alvinegro que é falta, enquanto o contrário não ocorre. Isso sem contar a tolerância às jogadas violentas, o João Marcos, por exemplo, com uma arbitragem de vergonha seria expulso jogo sim jogo não…

  • Leo Camara disse:

    Rapaz tanta coisa pra FCF se preocupar, olha só o assunto da vez!! Comparar árbitros do sul, sudeste especialmente, com os daqui, e em clássicos decisivos o presidente da mentora deve estar de brincadeira!!! Antigamente não, nós tinhamos excelentes árbitros e vez por outra, com tanta competencia acontecia uma lambança! os árbitros da terrinha não são de todos ruins mas é visivel que para clássicos decisivos ainda não estão preparados, principalmente no quesito, separar profissão da paixão clubística! Infelizmente, não vejo ser a hora ainda, de entregá-los tamanha responsabilidade!

    • FABIANO PITOMBEIRA disse:

      Mudando o foco, acho que esse treinador do Fortaleza mete os pés pelas mãos na hora de decidir alguma coisa assemelhando-se com o ex-técnico do Ceará Sérgio Soares. Senão vejamos: o Sérgio Soares fez duas campanhas espetaculares ao longo de duas competições da série A pelo Ceará, e na primeira vez jogando com o time do Palmeiras já campeão da série A, e precisando apenas empatar para ascender, simplesmente tomou uma goleada; na segunda vez, precisando apenas ganhar no Castelão do Joinville já desclassificado tomou outra goleada. O Marcelo Chamusca da mesma forma, na hora de decidir com o fraquíssimo time do MACAÉ tirou o GUTO do time que vinha jogando todas as partidas e deu no que deu. Esse ano esteve jogando com a zaga do Fortaleza escalada de forma errônea com o LIMA que é lento e não sobe uma gilette do chão. Não perdeu o jogo para o Ceará no último domingo porque teve a sorte do LIMA não jogar e escalar o rápido e eficiente GENILSON que simplesmente barbarizou, ganhou todas por cima e por baixo. No jogo do Sport em recife faltou um zagueiro assim para não tomar o gol que tomou e passar o sufoco que passou em bolas áreas por onde o fraco time Sport reinou. Na série C do ano passado o Fortaleza não tomou gols com frequência com a dupla ADALBERTO/GENILSON com os atacantes tocando em cima deles, mas sim por chutes de fora da área com falhas do goleiro como ocorreu contra o MACAÉ. Essa dupla foi a defesa menos vazada da competição. O Ceará da mesma forma tem um zagueiro fraco em bolas aéreas que finalmente o Marcelo Chamusca percebeu que é o CHARLES que não sobe uma gillete do chão. No jogo do BAHIA em salvador os atacantes baixinhos ganhavam dele no cabeceio. O Fortaleza para quem não percebeu ganhou o jogo em cima do CHARLES em bolas aéreas que finalmente o cego do Marcelo Chamusca percebeu. Apesar disso, se o Marcelo Chamusca não meter novamente os pés pelas mãos e explorar o ponto vulnerável do Ceará que é a sua zaga, não obstante ter superioridade infinita de elenco, poderá o Fortaleza surpreender e sair campeão.Outro ponto falho do Ceará é que apesar de ter contratado muito e ter um excelente elenco faltou contratar atacantes de áreas que na realidade só tem um que é o WILLIAM BATORÉ e mesmo assim não se encontra bem e está contundido. O Fortaleza sempre toma sufoco nos jogos pelo seu lado direito onde está o lento TINGA, vejam os jogos do RIVER empatado no PIAUÍ em 2×2, alguns gols que o CEARÁ fez em cima do Fortaleza, e principalmente o sufoco na segunda metade do segundo tempo no último domingo pelo lado direito da defesa do Fortaleza onde o CEARÁ só não empatou a partida por milagre.

  • AH, SE A ARBITRAGEM FOSSE LOCAL, NÃO TINHA SIDO EXPULSO JOGADOR DO CEARÁ QUE AGREDIU MARANHÃO, MUITAS FALTAS MARCADAS A FAVOR DO FORTALEZA NÃO TERIAM SIDO MARCADAS,E COM CERTEZA O RESULTADO DO JOGO TERIA SIDO OUTRO.

  • Marcos Antonio disse:

    Certamente não é por motivo financeiro que a federação cearense está tomando esta medida, pois ela deve está com os bolsos abarrotados e não deve está nem um pouco entereçado nas rendas dos jogos do time do Fortaleza, pois está querendo rebaixa-lo para a 2ª divisão do cearense, já imaginaram o prejuíso que ela vai ter. Enquanto as outras federações (paulista,pernambucana, baiana, gaúcha, carioca, etc), defendem seus principais clubes, a nossa federação só está entereçada em defender apenas um, o outro ele quer acabar. Os procuradores só denunciam o time do Fortaleza, até coisas que já foi denunciado e julgado. Por que será que eles não recorrem no caso Assizinho(qualquer um sabe que estava inrregular), por que não denunciam o presidente do Ceará pelo que ele falou no final do penultimo clássico no banco do Fortaleza, por que não denunciam a atitude do jogador do Ceará espulso no último clássico. Nos jornais nacionais mostram as finais dos principais campeonatos regionais, por que será que não mostram o nosso? Nossos times (Fortaleza e Ceará) tinham condições de estarem os dois na série A, mas com este tratamento e falta de união fica muito difício.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *