Futebol do Povo

A hilária entrevista de Marinho não é tão engraçada para a torcida do Ceará

1688 27

marinho

Até os mais sisudos devem ter rido da entrevista de Marinho após o empate do Ceará diante do Santa Cruz, neste sábado, no Castelão. Nem é preciso explicar que o jogador falou uma saraivada de palavrões, mostrou sinceridade, carisma e espontaneidade ao saber que estava suspenso do próximo jogo do alvinegro  – contra o Oeste, fora de casa – por ter recebido o terceiro cartão amarelo.

Principal atleta do time na Série B, Marinho também demonstrou o outro lado, bem menos engraçado, especialmente para o torcedor do Ceará. Primeiro, porque entrou em campo sem saber que estava pendurado, total falta de atenção do profissional e também de orientação por parte da comissão técnica e da diretoria de futebol. O mínimo que se espera é uma conversa antes do jogo sobre isso, como todo o elenco. Depois, por ter tirado a camisa na hora de comemorar o terceiro gol da equipe, o de empate, já nos acréscimos da partida.

Um jogador neste nível de profissionalismo, por mais que a regra do cartão por tirar a camisa seja tola para alguns, não pode se dar o direito de assim ser punido. Não faz qualquer sentido que a equipe seja prejudicada em função de um ato irresponsável e impensado e, no caso de Marinho, cometido duas vezes no acúmulo de cartões.

A comissão técnica e a diretoria têm que arrumar uma forma de controlar essa situação. Uma conversa definitiva é necessária ou então atingir o bolso do atleta.

Em tempo: Marinho é um sobrevivente e tem um história de vida incrível. Neste texto, de abril, publicado aqui no Blog, conto um pouco sobre. “O Futebol salvou a vida de Marinho”

Recomendado para você

27 Comentários

  • jordan disse:

    Foi bem o cabelereiro dele que cortou o juízo dele junto com o cabelo . ( ô cabelo feio!!!!)

  • PAULO disse:

    Quanta EMOÇÃO por ter conseguido um EMPATE com o time das estrelas Bileu e Lúcio,aquele mesmo que jogou Palmeiras em mil novecentos e não me lembro.
    Como diz um amigo meu:Faltou até ”FORGO” de tanta alegria.
    Disse que não sabia que ia ficar fora do próximo jogo(incrível) e terminou dizendo que a partir da próxima rodada vai começar a ARRANCADA.
    PRIMEIRO TEM QUE FALAR COM O PESSOAL DO OESTE.

  • Amaury disse:

    Marinho é de bola muita, mas juízo pouco, que cabelo horroroso, espelho nele, mas precisa treinar fundamentos, chutes a gol coisa que faz mal e atabalhoadamente. Dois erros crassos de dois bons goleiros que quando saem da meta esquecem que são os únicos jogadores que podem tocar a bola com as mãos, mas aterram atacantes com as patas, se sairem de frente com as mãos tem mais chance e dificilmente cometerão faltas, masreceberão faltas, elementar, meu caros kipers, quando fui técnico goleiro meu não fazia pênaltis. Mas o time foi bem, completo perdeu duas chances inadmissíveis e depois com um a menos o tempo quase todo teve brio e força para equilibrar. A meu ver o resultado foi injusto e o alvinegro merecia vencer. Tricolor desde 1963 (fui levado por um tio para ver o tri do timaço alvinegro, vi, mas saí do PVzim torcendo pelo tricolaço, dei sorte e já em 1964, 1965, 1967 e 1968 fomos campeões com um time jovem e da base), mas estou seriamente doente, ontem vendo a dedicação e desespero dos jogadores surpreendí-me torcendo pelo Silas e por eles e não adianta patrulhamento, torci e pronto e já rezei três rosários ajoelhado no milho por penitência … e agora Graziani? eu tenho alguma chance de cura? Oh dor.

  • Matheus disse:

    Essa entrevista mostra o quanto esse cara não estava dentro do estado de uma pessoa normal.

  • OMAN disse:

    Meu caro Graziani, Eu não achei a menor graça na entrevista. Um jogador que se comportou como idiota na entrevista e na hora do lance. Na hora do gol eu, como torcedor, já soltei meus palavrões peça atitude irresponsável dele sabendo que viria mais um amarelo de graça. Mas essa atitude retrata bem o que é esse jogador e o momento do time. Um individualista (um egoísta exibicionista ) que ora ajuda e ora atrapalha muito. Pensa no coletivo? Muitas vezes não! Pode uma equipe ( e um esquema ) depender de um jogador assim? Claro que não! E é também por esse motivo que acho o Silas fraco. POr não ter entendido isso e achar que esse medíocre é o Robem.

    • Damasceno disse:

      “COM O MESMO PESO QUE TU JULGAS, TU SERÁS JULGADO”. CARO OMAN, QUE FALTA DE BENEVOLÊNCIA, QUE EGOÍSMO, QUE PENSAMENTO LIMITADO. ANALÍSE SEU GRAU DE INSTRUÇÃO E COMPARE COM AQUELE QUE TU CRÍTICAS, OLHA COM A VISÃO DO AMOR E VERÁS A FALTA DE MALDADE E A INGENUIDADE DO JOVEM ATLETA. A PAIXÃO CLUBÍSTICA FANÁTICA, EGOÍSTA SEM LIMITES, LEVA A ESTA VIOLÊNCIA NO FUTEBOL.COMO O GRAZIANI AFIRMOU, MAIOR CULPA TEM O SETOR DE FUTEBOL, QUE NÃO ALERTA OS JOGADORES PENDURADOS. LEIA A HISTÓRIA DESDE JOGADOR.

  • MILTON disse:

    GRAZIANE , ESTÁ QUERENDO DEMAIS DA DIRETORIA e DA COMISSÃO TÉCNICA , HORA SE
    NAÃO FAZEM NEM O BASICO.

  • Nelcimar Colares disse:

    Prezado Graziani,

    Diante da história postada por você do citado jogador, como exigir responsabilidade. Como exigir que o jogador esteja atento a número de cartões e disciplina.
    Apenas o meu pensamento caro Jornalista.

  • ANA MARIA DE OLIVEIRA SOUSA disse:

    O MARINHO ESTÁ ESQUECENDO A HUMILDADE SENTE QUE SÓ TEM ELE NO ATAQUE NÃO PODE FAZER O QUE QUER EXISTEM NORMAS NO FUTEBOL

  • oman disse:

    E para concluir: o sistema tático “fim de mundo” (deve ser esse o nome) adotado pelo Silas matou o futebol do Uiliam Correia, por exemplo. Tirou a sua confiança e liberdade. O time não joga mais no meio com aquele um ou dois toques. É um time amarrado e medroso. Ricardinho caiu de produção também. Quando isso ocorre coletivamente deve-se perguntar se o problema não é com o esquema tático e com o treinador. Quem vê os jogos do Ceará simplesmente não consegue entender a proposta de jogo. Não tem evolução. É correria e empolgação (em alguns momentos) ou apatia , “branco” e depressão em outros, mas em quaisquer deles sem nenhuma qualidade. Enquanto isso o Silas, bom de conversa, vai enrolando e levando no bico uma diretoria que nunca esteve tão descomprometida com o clube quanto neste ano de 2015.

  • alberto t disse:

    Se nosso clube tivesse uma diretoria e um treinador a altura, é claro q esse tipo de atitude ñ existia, mas como estamos entregue as baratas, vermes, mosquitos, aos ratos etc e tal, então essa vai ser a tona do dia a dia, uma tremenda fuleiragem e irresponsabilidade do jogador, mas ele mesmo sabe q a instituição tá a deriva, então tome fuleiragem; como se justifica um jogador ñ saber como anda sua vida ativa no clube? cadê a nossa diretoria? serve prá que? será q ela tá atenta mesma? tá empenhada no dia a dia do clube? o retrato nu e cru do q é nossa administração, enganou os trouxas e agora vai cuidar da vida política dele e o resto q se lasque.

  • Ricardo Sérgio Teixeira disse:

    O Jornalista Fernando Graziani como sempre demonstra um excelente conhecimento de futebol, no entanto, quando diz: ” Um jogador neste nível de profissionalismo, por mais que a regra do cartão por tirar a camisa seja tola” , está deixando de considerar a importância da manutenção da camisa durante todo o tempo do jogo, notadamente na hora do gol. Esse é o momento mais importante da partida e o mais reprisado, portanto, no filé o jogador deixa de exibir a camisa do time e, consequentemente, dos patrocinadores. Essa é uma prática sem o menor sentido…

    Concordo contigo, Ricardo. Quando me referi ao fato de ser tola, foi usando o argumento de quem tem esse pensamento…abraço
    FG

  • Pedro Hernesto disse:

    Ô Ricardo, na próxima vamos pedir pra que o Marinho aponte para os patrocínios incluindo os do calção se tiver, já a emoção por ter feito o gol no final com um jogador a menos, deixa pra lá pra quem joga isso não tem importância o negocio é ganhar dinheiro que nem o Neymar faz, com patrocínios até na cueca e o futebol que se dane.
    E a você Graziane, uma construtiva, seja mais carismático e flexível cara, você trabalha com o publico suas indagações em certas horas parecem ser as únicas, será que o Marinho não sabia que tinha o cartão ? é certo que a diretoria não orienta seus jogadores? penso que estas falas não deveriam ter entrado no seu texto mas se você tiver certeza mim perdoe pois o errado sou eu, você tem muito conhecimento e sei que vai entender, e tem torcedores que pegam pilha “torcedores”

    Pedro, o Marinho disse que não sabia que tinha dois cartões. Ele disse de maneira clara, a não ser que vc tenha certeza que ele está mentindo. Vc acha que ele é mentiroso? Eu não acho. E outra: aqui debatemos o conteúdo do texto, não a minha personalidade. Não faz diferença alguma o que vc ou as pessoas pensam de mim. Isso jamais deveria ser pauta.
    FG

  • CALANGUIM DO NORDESTE disse:

    Eu tenho uma opinião formada a respeito dessa “sandice” de jogador de futebol comemorar o gol tirando a camisa do time e ás vezes até a atirando no chão (caso do próprio Marinho contra o Sampaio Correia). Considero isto um tremendo desrespeito ao clube, ao público e ao próprio patrocinador que paga para ter a sua marca exibida na camisa. Ora, se o gol é o supra sumo do jogo, se todos os olhos estão voltados para o seu autor (ninguém olha para quem deu o passe perfeito ou fez o cruzamento) é justo então que nessa hora o cidadão mostre para todo o mundo, câmeras inclusive, o sagrado manto que veste e que representa a idolatria do torcedor. Tirar a camisa e jogá-la fora é negar todo o porque dele a estar envergando. No passado já vi jogadores tirá-la, estendê-la no gramado e reverenciá-la junto com os companheiros em volta. Dessa forma até que se admitiria, mas fazer o que o Marinho faz, é besteira, é puro basbaquices, é coisa de jogador sem identificação com o clube. E o pior é que eles, jogadores, acham isso o máximo. Por isso concordo com o blogueiro e já dei essa sugestão em outros comentários, o ideal seria punir com multa o cidadão que faz um negócio desses. Na hora que eles sentirem no bolso o resultado dos seus atos eles vão pensar duas vezes antes de pegarem cartões e desfalcarem seus times nos próximos compromissos. Saudações Alvinegras.

  • Ricardo César disse:

    A diretoria não pode se desentender com Marinho nestas alturas. Já falei para os “coloridos” de plantão que o importante é o time para de perder e começar a ter “cara”. Vamos pensar positivo!

  • Adriano Pitta disse:

    Cade o timão que o time do Kanal tinha, o campeão do nordeste, é muita peia kkkkkkk, time do kanal rumo a 3º divisão

  • João Ximenes disse:

    Tenho nada a ver com isso, mas…

    Esse negócio de tirar camisa pós gol, e duro de segurar, principalmente numa situação dessas, em que o time não vinha ganhando de ninguém; sendo questionado, e o próprio torcedor tava em tempo de ficar doido.
    Difícil imaginar que ninguém da Comissão Técnica ou do Futebol não tenha informado, não só a ele, mas a todos os jogadores, quem estava pendurado.

    Esse negócio de tirar camisa no futebol numa comemoração de gol, NÃO SEI se, Marinho tivesse perdido aquele PENALTE MANDRAKE, o JUIZ não teria tirado a dele também e jogado pro ar, em agradecimento a pós M… que tinha feito.

    Como Eu disse, tenho nada a ver com isso. MAS TÔ DE OLHO.

  • Cláudio Sá disse:

    Marinho errou sim, mas dai a julgar caráter, personalidade, entre outras coisas, não cabe a nenhum de nós. Fico preocupado com a falta dele no próximo jogo, mas vou continuar torcendo. Na hora que eu começar a botar culpa em um e outro, é porque está na hora de eu ir lá e entrar em campo, ou ir lá e comandar o time na beira do gramado, ou ir lá na sede, expulsar o Evandro e o Robinson, assumindo o lugar dos dois….. Só, que não tenho competência nenhuma para nada disso, minha competência é torcer e tentar ser coerente….. Ps.: Vcs que falam tanto a respeito de conduta de um e de outro, não percebem que quem precisa mais desse quesito, são vcs mesmos. Saudações Alvinegras.

  • Guimaraes disse:

    Graziani, você não acha que ele comeu OVO estragado? Ao que tudo indica, foi isso que aconteceu.

  • Robson Aguiar disse:

    Graziani, desculpa comentar sobre isso aqui, mas como não havia post recente sobre esse assunto, queria entender o motivo da imprensa desportiva cearense “esquecer” o julgamento do Evandro Leitão que, em tese, deveria ser hoje também, uma vez que o episódio se deu na final do campeonato cearense.

    A impressão que dá é que mais uma vez se faz um pacto de silêncio, sem questionar os procuradores, primeiro sobre as reais causas para o desmembramento do processo, quando o fato foi um só (evento, data), e agora a incógnita sobre a realização dos demais processos, uma vez que podem ser prescritos e eventualmente favorecer o dirigente.

    No post do dia 1º desse mês você explicou que os julgamentos foram desmembrados em três, alegando o procurador que isso facilitaria o julgamento das turmas. O primeiro julgamento foi hoje. Não seria o caso de a imprensa questionar o nobre procurador Max Delano (que dizem as más línguas é torcedor doente do Ceará, além de outros) qual as datas dos demais julgamentos?

  • Manoel Paulo da Ponte Neto disse:

    Esses torcedores de terceira não esquecem nosso grande presidente. Têm tanto medo da presença dele, que adorariam que ele nem existisse. Sabem que Evandro Leitão transformou
    o Vozão no que é hoje,um clube saneado,com infra-estrutura,enfim,,em breve,com uma solidez que eles não suportam saber,que ficam torcendo, com todas as forças de sua mesquinha alma,pela eliminação desse grande administrador que os deixou na rabeira,posição essa que mantêm,principalmente, por essa inveja manifesta em todos os momentos,esquecendo-se de seu próprio rabo.O máximo que eles podem conseguir,com esse tipo de atitude,é nos tirar um campeonato local,após muitas desilusões consecutivas. Uma alegriazinha aqui outra bem distante,mostrando exatamente o que nos separa desde as transformações conquistadas por Evandro e sua equipe.

  • CALANGUIM DO NORDESTE disse:

    João Ximenes, fica na tua cara, e te cuida que o TOMBENSE já está em quinto para chegar a quarto é um pulo. Já viu né??? no mata-mata é primeiro contra o quarto e aí…

  • João Ximenes disse:

    Agora, tenho a ver com isso:

    CALANGUIN DO NORDESTE,

    Primeiro a gente tá pensando em se classificar.
    Depois a gente vê, contra quem vamos cruzar.
    Vamos por partes.

    Já que tú me lembrou: o que me dizes do Macaé ?!

    É o último jogo de vocês, e aqui no Castelão.

    ISSO TE LEMBRA ALGUMA COISA ?
    E no embalo que vocês tão indo aí… bota as barbas de molho.

    Falo isso porque quando daquele jogo nosso contra o Oeste, alguns de vocês chamaram ele(Oeste) de nosso pai. Só que esqueceram, Oeste acabou subindo e PIMBA em vocês também.
    Acabamos ganhamos um “irmãozin” por parte de pai.
    LEMBRA ?

    Fica esperto CALANGUIN e cuidado com as baladeiras.

  • João Ximenes disse:

    Aliás CALANGUIN,

    OESTE é o próximo bicho !

    Lembra de tomar a “bença(o)” pelo menos.

    E ó as baladeiras.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + três =