Futebol do Povo

Ceará: o desabafo de Ricardinho

2608 8

ricardinho

Ainda que esteja abaixo do nível desejado principalmente depois de renovar o contrato – tinha proposta do Vitória – Ricardinho é uma ilha de lucidez técnica no time do Ceará. Não há nenhum atleta hoje no alvinegro com a importância dele. São 10 gols e nove assistências na temporada. O problema é que sozinho ninguém resolve nada, ainda mais quando o adjetivo sozinho não é exagerado.

No jogo contra o Mogi Mirim, por exemplo, Ricardinho falhou defensivamente no primeiro gol da equipe paulista, mas até Rivaldo Junior acertar a cabeçada outros quatro atletas falharam decisivamente. No ataque, percebendo a total falta de condição do time, não estou outra alternativa ao meio-campista se não chutar de onde era possível. Assim, fez os dois gols.

Ao dizer, com o semblante arrasado ainda no Castelão depois do 3×2, que trocaria todas as alegrias que viveu no Ceará pela permanência na Série B o jogador retrata perfeitamente o espírito do atual momento do clube. Pouco menos de três meses atrás o time comemorava seu título mais importante nos seus 101 anos de existência. Beira o inacreditável.

O desabafo de Ricardinho, que não joga nesta terça-feira contra o ABC por estar suspenso, mais do que um pedido de ajuda, é um alerta de urgência diante de uma situação que já virou dramática. “Chegamos no limite do limite, não dá mais para errar”.

Em tempo: dos 11 jogadores que começam a partida contra o ABC apenas três foram titulares no título da Copa do Nordeste, Uillian Correia. Gilvan e Fernandinho. Sintomático.

Recomendado para você

8 Comentários

  • lucas disse:

    se arrependimento matasse tai que esse daí já estava morto. deixou de ir pra time de serie A, pra ficar no ceará pensando e achando que o mesmo ia pra lá, e no final das contas, vai suar pra poder tirar o time do rebaixamento. coitado.

  • VOZAO disse:

    vamos deixar de oba oba e quando a bola ficar em frente ao gol façam e deixem de se fazer de besta?????????????????

  • Deiclesson disse:

    Por que nenhum “jornalista” esportivo cearense ainda não falou sobre a grave crise de relacionamento instalada no elenco do Ceará após a chegada do Bernardo?

    Que tal pelo motivo de que ela não existe?
    FG

  • rocha disse:

    Ta na hora da tarcida organizada da uma pequena prensa nessas pragas de jogadores, quero ver eles nao suarem sangue tal qual Jesus no Getsêmane

    Que exemplo infeliz, meu Deus. Tanto por achar que agredir é uma solução válida, como por citar Jesus. É triste.
    FG

  • Júlio Rocha disse:

    Sinceramente, não acho que o rendimento do ricardinho caiu, e olhe que eu sou torcedor do Leão.
    Penso que o que aconteceu é que ele está só em campo, quando ele tá com a bola, não tem uma opção de jogada, então não se tem como fazer alguma coisa. Acho até que ele tá fazendo muito, acredito que tem feito até mais gols pq tem que chamar p ele mesmo.
    Quando o Ceará tinha a sua linha de ataque, Magno, Assiszinho e Marinho, o Ricardinho era como se fosse o Iniesta do barça, ele organizava o meio e fazia com que a bola chegasse bem redondinha na frente.
    Então assim, afora brincadeiras, o Ceará funcionava como o barça, muito menos pelo toque e a qualidade, claro, mas pela estruturação. Vejam, a mesma linha de frente do time espanhol, messi, neymar e soares, quase as mesmas funções, respectivamente, magno, assis e marinho.
    Aí meu amigo, o Ricardinho que tem sim muita qualidade nem se esforçava muito, que nem o iniesta. E outra, comnum time altamente ofensivo como era, muitos nem tinham como notar a fragilidade da defesa.

  • Aluisio Lucio disse:

    o Ceara não tem um time ruim, ao contrario a equipe está acima da media, o problema é psicológico ainda mais quando a próprio diretoria na figura do presidente tem um momento de crise, sei que somos ser humanos e é difícil de controlar sentimentos, mais essa situação so faz piorar mais o clima dentro do grupo .

  • Eugenio Câmara disse:

    Fernando, mais um post interessante. Parabéns!

    Sou torcedor do Vovô e confesso estar arrasado com a situação que vivemos hoje.

    Minha impressão é que não há como escapar do inferno da série C…

    Gostaria, se possível, que você comentasse as últimas atuações da linha de defesa do time, juntamente com os volantes.

    Assisti a partida frente ao Mogi e fiquei com a impressão de que a defesa voltou a ser o ponto (mais) fraco da equipe. O meio de campo conseguiu criar alguma coisa. Os atacantes até se mexeram bem (Fabinho e Rafael Costa), apesar das chances perdidas. Conseguimos fazer 2 gols. Se a defesa não fosse essa “peneira”, poderíamos ter saído com um resultado melhor.

    Abraço!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + sete =