Futebol do Povo

Semifinais do Nordestão podem ter Bahia x Vitoria e Santa Cruz x Sport; equipes cearenses verão pela TV

1164 10

Sorteio nesta sexta-feira definiu os confrontos das quartas de final da Copa do Nordeste. Sem representantes do Ceará, do Rio Grande do Norte, do Maranhão e de Alagoas, a competição tem de um lado da chave os favoritos baianos e do outro os favoritos pernambucanos. Assim, caso confirmem a teoria – algo que nem sempre ocorre quando o assunto é futebol – Santa Cruz x Sport farão uma das semifinais e Bahia x Vitória, a outra.

O Bahia vai encarar o Sergipe, enquanto o Vitória joga dois jogos diante do River. O Sport, por sua vez, enfrenta o Campinense, enquanto o Santa Cruz terá pela frente o Itabaiana.

Os jogos estão marcados para as datas-base 29 de março e 2 de abril. Bahia, Vitória, Santa Cruz e Sport fazem o segundo jogo em seus domínios. Já mando de campo nas semifinais serão resolvido pela pontuação geral somando fase de grupos com os encontros de mata-mata.

SOBROU A TELEVISÃO

Nesta temporada, nenhuma equipe cearense segue na disputa entre os oito melhores. Vão ver pela televisão e lamentar o dinheiro não arrecadado com bilheteria e cotas. É a primeira vez que isso ocorre desde a retomada da competição com a chancela da CBF e acordo com a Liga do Nordeste.

Em 2013, Ceará e Fortaleza foram semifinalistas, perdendo para ASA e Campinense, pela ordem. Em 2014 o Ceará foi finalista, derrotado pelo Sport. Neste mesmo ano, o Guarany de Sobral também avançou para as quartas de final. Em 2015, o Fortaleza fez bons jogos contra o Sport nas quartas, mas perdeu nos pênaltis. Já o Alvinegro foi campeão invicto – a final foi contra o Bahia – e jogando um ótimo futebol. Já em 2016, Fortaleza e Ceará foram eliminados nas quartas de final, respectivamente por Bahia e Santa Cruz.

Recomendado para você

10 Comentários

  • Francisco José Muniz Barreira disse:

    Ver pela TV não é nenhum demérito. É do jogo. Manchester United, Chelsea, Milan, Inter de Milão, Porto, Benfica, entre outros já foram eliminados na fase de grupos da Liga dos Campeões.

    O maior problema que identifico no futebol cearense é a disposição dos dirigentes de Ceará e Fortaleza de pegarem corda da torcida.

    O treinador do meu Ceará foi dispensado pela diretoria após sofrer agressão em pleno aeroporto, e, o pior, os dirigentes não fizeram nada para condenar a atitude dos idiotas que se dizem torcedores.

    O Fortaleza mudou e “desmudou” todo um planejamento por pegar corda da torcida e de parte da crônica que afirmavam que deveriam mandar todo mundo embora e fazer um time novo.

    Enquanto não houver uma gestão profissional nossos times, não me atrevo a chamar de clubes, caminharão tropegamente sendo campeões do Nordeste, lutando para não cair à série C, lutando desesperadamente contra a síndrome do não acesso, trocando de treinador 4 ou 5 vezes por ano, fazendo e desfazendo elencos no meio da temporada, contratando jogadores que passam até 90 dias para jogar e muitas outras coisas desse tipo.

    Vou ficando por aqui. Acho que analisar o futebol cearense daria uma boa tese de mestrado/doutorado.

    Abraço !!!

  • José disse:

    No nordeste torço Ceará e Sport. Acho que o Sport será o campeão. Aliás a diferença entre o leão pernambucano e o cearense é abismal. Na frente do leão pernambucano o cearense é uma piada mal contada.

    • TricolorConsciente disse:

      É por isso que eu gostaria que mudassem o mascote de nosso tricolor. Ser o sexto leão do brasil não rola. Eu preferiria que adotassem algum animal da região. Podia ser um jumento, um bode (tem um clube alemão com um bode no escudo), um gavio, etc.

  • Bosco disse:

    O ‘Noveclinic’ toma lugar do Ibis e passa a ser o pior time do mundo

  • Robson disse:

    Mais do que o sorteio dos enfrentamentos nas quartas de final do torneio, o que virou notícia foi o “racha” que opôs o trio de ferro pernambucano à liga do Nordeste.

    Parece que a nova fórmula aceita pelos demais clubes não agradou à Naútico, Sport e Santa Cruz que ficaram isolados na votação e agora ameaçam se retirar do torneio.

    Uma pena que um torneio que (re)começou tão bem vai aos poucos sendo desvalorizado por atitudes politiqueiras e moralmente questionáveis daqueles que deveriam ser os maiores interessados no crescimento do certame: compra e venda de vaga, mudança de regulamento, briga politica, busca por privilégios em detrimento dos pequenos da região…, enfim, tudo aquilo que estamos acostumados a ver como regra no futebol nacional.

    Aliás, a CBF não ficou atrás no quesito improbidade com a recente mudança que deu ao voto das medievais federações estaduais um peso 3 vezes maior do que o voto dos clubes das duas principais divisões do futebol nacional.

    Pobre futebol brasileiro, todo dia é um 7 a 1 diferente.

    E sobre a desclassificação tricolor na atual edição do torneio, nada além do resultado de um festival de incompetência que se tornou o tricolor alencarino neste começo de ano.

    Saudações Tricolores !

    Saudações Tricolores.

  • Magal disse:

    É Bosco, mas esse time foi vice e representou, mesmo mal, o futebol cearense e o nosso? Foi quinto do mais fraco campeonato do nordeste?
    Foi por isso que os times da Bahia e Pernambuco chiaram quando o noveclinic não queria participar cedendo a vaga para o vozao, pois eles sabiam da potência do nosso time. Aí lavaram a burra em cima do bestão.

  • Yuri Safadão disse:

    Kanal Safadão freguês do LEÃO.

  • carlos disse:

    De tudo isso se botarmos num liquidificador o nosso estadual é o mais fraco do nordeste e do Brasil, o nosso Vozão já sabe o que tem de fazer para série B. Contratar qualidade e não quantidade.

  • carlos disse:

    O Robson foi feios no seu comentário falou tudo sobre o futebol brasileiro, e regional só queria acrescentar o seguinte aliás é uma indagação porque pós europeus não defendem esse corporativismo?

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *