Futebol do Povo

Contra o ASA, Bonamigo pode fazer Fortaleza alcançar duas sequências inéditas em 2017

1276 19

Por André Almeida

Além de valer como afirmação do time que está em crescente na Série C, o jogo contra o ASA, no próximo sábado, 3, no PV, pode garantir ao Fortaleza dois feitos inéditos na temporada atual.

O primeiro deles é repetir a mesma escalação titular em três partidas seguidas, já que Paulo Bonamigo não tem nenhum desfalque por suspensão e nem lesão (pelo menos até essa postagem) e com isso pode mandar a campo o mesmo time que venceu Botafogo-PB e Salgueiro.

Levantamento feito pelo Blog checou as súmulas de todas as partidas do Tricolor em 2017 e confirmou que nem Hemerson Maria, nem Marquinhos Santos nem Daniel Frasson (que comandou o time interinamente) conseguiram repetir a mesma escalação três jogos seguidos.

Quem mais se aproximou foi Hemerson, que dirigiu o time em 10 jogos (quatro vitórias, quatro empates e duas derrotas) e conseguiu mandar a campo o mesmo time titular em duas oportunidades. A escalação que venceu o Ceará* por 1 a 0 no Estadual foi a mesma que empatou em 0 a 0 com o Bahia, pela Copa do Nordeste. E o time que bateu o Moto Club** por 3 a 2 no Nordestão foi o mesmo que perdeu e foi eliminado pelo São Raimundo-PA na Copa do Brasil.

Marquinhos Santos, que esteve à frente do Leão do Pici também em 10 partidas (três vitórias, quatro empates e três derrotas) não conseguiu repetir escalação nenhuma vez. Sempre teve, ao menos, uma mudança.

A segunda marca é alcançar a série de três vitórias sequenciadas, coisa que o Tricolor também não conseguiu ainda em 2017. E o treinador leonino pode conquistar isso apenas no seu 4º jogo à frente do time.

Se Bonamigo alcançará a vitória sobre os alagoanos para atingir tal marca, ninguém sabe. Mas conseguir repetir a escalação que venceu dois jogos seguidos, garantindo maior entrosamento, padrão de jogo e elevando os níveis de confiança do elenco é o caminho certo para isso.

Em tempo: Provável escalação do Fortaleza contra o ASA: Marcelo Boeck; Felipe, Rodrigo Mancha, Ligger e Bruno Melo; Anderson Uchôa, Pablo, Adenílson e Everton; Hiago e Lúcio Flávio

*Escalação que venceu o Ceará e empatou com o Bahia: Marcelo Boeck, Jefferson, Heitor, Ligger e Gaston; Anderson Uchôa, Vacaria, Rodrigo Andrade; Juninho Potiguar, Gabriel Pereira e Lúcio Flávio

**Escalação que venceu o Moto Club e perdeu para o São Raimundo-PA: Marcelo Boeck, Jefferson, Heitor, Ligger e Gaston; Anderson Uchôa, Pablo, Leandro Lima e Wesley; Gabriel Pereira e Lúcio Flávio