Futebol do Povo

Ceará: diretoria acerta em multar Lelê

1369 12

Não dava para passar em branco. Por mais que alguns torcedores percam completamente a linha diante dos resultados ruins e do mau futebol de alguns atletas, um jogador não pode ter a postura que teve Lelê depois da derrota para o Goiás por 1 a 0, no Castelão. O atacante não xingou a torcida toda do Ceará mas, ainda assim, ao mencionar “torcedor de merda” em entrevista para a rádio Verdes Mares mostrou falta de maturidade e equilíbrio.

Quando um atleta tem contrato com um clube, suas manifestações durante o trabalho – incluindo treinos, jogos, entrevistas e atividades profissionais – estão sempre relacionadas. Não dá para separar. Assim, não havia outra alterativa ao Ceará a não ser a punição salarial, que ficou em torno de 20% do rendimento mensal.

Lelê se irritou com o torcedor, pediu desculpas diante do tamanho da pressão, mas deveria se irritar com o seu próprio futebol. O atacante tem dificuldades extremas para finalizar. Se tem velocidade e boa iniciativa nos dribles, peca no fundamental. São 28 jogos com a camisa do Ceará desde 2016 e apenas cinco gols marcados, dois pelo Campeonato Cearense e três pela Série B. No Santa Cruz foram 54 jogos e oito gols.

É uma produção bem pequena para um atacante.

Recomendado para você

12 Comentários

  • Barroso disse:

    Graziani, bom dia!

    Por que o Magno Alves não vai para o jogo?

  • Leandro Gonçalves disse:

    Sou um dos que não manerei com o atleta após o episódio.Mas após o pedido de desculpas e a total certeza de que o palavrão foi direcionado apenas a um torcedor especifico,não vejo mais motivos pra rancores e ressentimentos . É preciso lembrar que também erramos. E à depender do caso,merecemos ser perdoados ou pelo menos compreendidos quando de fato nos arrependemos .

    Além do mais,no fim das contas,mais raiva e perseguição ao jogador não vão mudar em absolutamente nada o panorama geral do clube que atualmente é de faz de conta …

    Pelo menos pra mim,esse assunto ja está superado como torcedor. Mas não tenho dúvidas : ao primeiro toque do Lelê na bola aqui em Fortaleza,vaias irão trovejar…

  • Shitake fan disse:

    Punido por falar a verdade?!

  • Felipe CSC disse:

    Lelê é irmão gêmeo do Alex Amado, não acerta o gol nem por misericórdia… ganha 30 mil por mês e o bichinho se zangou porque foi cobrado pelo seu fraco futebol. Mimadinho. Mas como o Robinson de Castro falou, há poucos jogadores velozes como ele e tem time da série A atrás… kkkkk… Será que ele vai substituir o Guerreiro ou algum atacante do Corinthians? Faz-me rir! Robinson adora atacantes de lado sem qualquer poder de finalização, o que é um erro evidente. Nathan, Baggio, Alex Amado são exemplo, infelizmente. Agora me responde Sr. Graziane, num time titular todo formado por jogadores com baixíssimo poder de finalização, como pode o Pio, um dos únicos que chutam a gol, ficar de fora? No Ceará, quem faz gol vai pra reserva, impressionante! E o resultado: 11 lugar na tabela, e caindo…

  • Yuri Safadão disse:

    O IMUNDO E FEDORENTO CANAL TÁ COM AQUELE VELHO PROBLEMA DE JUNTA.
    JUNTA TUDO E MANDA PRÁ RUA! A COMEÇAR DO ROBSON PIRULITO.
    SAUDAÇÕES TRICOLORES.

  • Virgílio Matos disse:

    Questão de educação vem do berço e com acompanhamento dos pais ou responsáveis.
    Errou o torcedor, porque foi mal educado, errou o jogador porque foi mal educado.
    Esse mês vimos um jogo de voleibol onde mais de 20.000 pessoas estavam torcendo pelo Brasil, que perdeu uma final em Curitiba no estádio do Atlético, adaptado para esse esporte,não houve vaias nem agressões.Educação é o principio de tudo!!Vencer,empatar ou perder faz parte de um jogo!!.

    Muito bom, Virgílio.
    FG

  • Fábio Feitosa disse:

    Se o Ceará está ruim… imagina o time da terceira divisão!!!!! Sei não.. viu!!

  • Botelho Ferro disse:

    Lelê merece uma medalha do penta que ninguém viu.

  • gago disse:

    Cadê o Lelê?
    Ê Lelê, hoje em dia nem a verdade a gente pode dizer mais, né?
    Valeu Lelê pela sinceridade!
    Saudações Tricolores!

  • Robson disse:

    Mais um exemplo do total desvirtuamento das práticas no Brasil:

    Agora falar a verdade é infração punível com multa salarial.

    A assessoria jurídica do referido atleta deveria acionar a Justiça Trabalhista, ninguém pode ser penalizado por dizer a verdade.

    Saudações Tricolores !

  • Por mim como torcedor do Vozão, ja está superado , mas agora já pode fechar a multa rescisória dele e mandar ir embora, já vai embora perdoado .

  • Marcelino disse:

    O episódio é lamentável – tanto por parte do torcedor, quando do atleta – ambos erraram. Mas, desculpas dadas e providências tomadas, assunto encerrado.

    Contudo, não está encerrado algo muito mais relevante: o jogador tem uma deficiência simplesmente inadmissível para um atacante: péssima finalização. É impressionante essa deficiência, pois deveria ser exatamente o seu forte.

    Se é bom jogador e tem potencial, chegou a hora do Clube investir nos treinamentos do atleta, todos focados na reversão rápida desse ponto.

    Assisti meses atrás uma entrevista do Zico, onde ele confessou algumas deficiências técnicas sérias que ele tinha no início da carreira. Na entrevista ele agradeceu a alguns técnicos que passaram pela carreira dele, os quais teriam investido pesado no treinamento para reverter isso. Disse que num caso, após o treinamento normal do time, ele ficava sozinho por mais 2 horas em campo, apenas ele e a equipe técnica, treinando repetidas vezes até aprender. E completou: “Muitas jogadas que fiz, e que são elogiadas até hoje, as pessoas não têm noção do quanto treinei para conseguir jogar daquele jeito”!!!

    Isso era o ZICO. Imagina no caso do Lelê. Aí é que tem de treinar até não aguentar mais!!!!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *