Futebol do Povo

Ceará: atual terceira melhor defesa da Série B, campanha lembra 2009, ano do acesso

2513 18

Com 34 pontos em 20 rodadas, o Ceará está na quarta colocação da atual temporada da Série B do Campeonato Brasileiro. Em uma competição com baixíssima média de gols marcados – 2,22 por partida, a pior entre todas as edições da Segundona no regulamento de pontos corridos – o Alvinegro tem o quinto ataque mais positivo, ao lado do Juventude. Foram 25 tentos anotados.

O sistema defensivo tem desempenho ainda melhor. Com 17 gols sofridos, a equipe de Marcelo Chamusca é a terceira melhor no quesito e vê apenas Internacional e América-MG com menos tentos tomados (14).

Os números da campanha atual lembram bastante os da Série B de 2009, quando a defesa foi fundamental para o time subir. Naquele ano do acesso para a Série A, a equipe, após um início bastante ruim, terminou em terceiro lugar com 68 pontos e apenas 34 gols sofridos – muito em função do trio Michel, João Marcos e Heleno instituído por PC Gusmão. Foi o segundo melhor desempenho defensivo, perdendo apenas para o Vasco, que tomou 29 tentos. Já em relação ao ataque, os 54 gols marcados representaram só o oitavo mais positivo. O Fortaleza, rebaixado, marcou 56 vezes, mas tomou 64 gols, ou seja, caiu por causa do elevadíssimo número de gols sofridos.

Na atual temporada o Ceará saiu sem ser vazado em 8 das 20 partidas realizadas. É um número muito bom, sólido. Em 2009, o Alvinegro tinha 7 jogos sem sofrer gol em 20 rodadas. Na campanha toda foram 15.

Em tempo: para quem gosta de coincidências, os atuais 34 pontos do Alvinegro após 20 rodadas são os mesmos 34 de oito anos atrás no mesmo período.

Recomendado para você

18 Comentários

  • oliveira disse:

    O paralelo é interessante de ser traçado, principalmente porque as peças de hoje são diferentes das de 2009. Com PC Gusmão o time dependia muito mais da marcação, do suor e da vitalidade física, dependia também do meio campo, que era a marca registrada, porém muito mais para destruir que para construir e contava, também, com uma armadilha tática interessante, pois o esquema era usualmente compreendido como um 4-3-1-2, sendo Geraldo este “1”, Mota e Welington Amorin os 2 atacantes. Porém, na prática, o Geraldo aparecia como atacante, os atacantes de ofício abriam muito nas pontas, até pra fazer parceria com os laterais (Boiadeiro e Fábio Vidal) que atuavam mais livres, pois os volantes davam uma segurança incrível ao time. Lembro bem que o Jorge Henrique (lateral esquerdo) era usado quando o PC queria dar mais ofensividade ou matar o adversário no contra golpe, pois embora muito técnico o Fábio Vidal não era um lateral de fôlego para ser aquele “ponta” que havia na direita com o Boiadeiro.

    No time atual, os laterais podem (e devem) ser mais comedidos, pelo fato do meio campo do Ceará ser infinitamente mais qualificado quando tem a bola para ajudar o time a agredir. O time de hoje é mais equilibrado em seus setores, não sendo tão dependente de uma partida inspiradíssima do sistema defensivo ou de uma doação sem a bola acima do normal. O time do PC sentia dificuldades quando era obrigado a propor o jogo. O time do CHamusca já começa a mostrar um repertório ofensivo maior. É uma comparação válida, até para demonstrar que a defesa não são só os volantes e os zagueiros, mas é todo um modo de jogar do time, que precisa ser TIME. Os números são realmente parecidos, mas os estilos são bem diferentes.

    (em tempo, para deixar claro, isso não é crítica ao blogueiro, é apenas a tentativa de entrar no debate e traçar um paralelo entre as duas equipes)

    Então, Oliveira, eu não fiz comparação da forma de jogar não; foram os números, apenas. Tuas observações estão legais. Abraço e valeu.
    FG

  • CR LANE disse:

    Muito bonito essas estatísticas todas e essas coincidências lúdicas, mas o que conta mesmo eh a mística das camisas.

    Por isso cravo que o Leão sobe e o Vozão fica no quase.

    E esse quase se chama Magnata no banco.

    Aí Chamusca perdeu o título.

    Podem me cobrar no fim do ano.

    E Magnata vai dar o troco encerrando a carreira no tricolor como era seu sonho, na série B 2018. O contrato tá assinado.

    • Sérgio Filho disse:

      Deus que me livre de um Kanalense declarado jogando no Fortaleza. Já não bastou o Geraldo, que nos jogos decisivos e contra o pronto Ceará, ele andava em campo? Outra época queriam o Mota, agora esse lance do Magno Alves. Amigo, sei que jogador é profissional, mas nunca fui defensor de jogador vestir camisa de time rival.

    • Pedro Wilson disse:

      Eita que essa erva tá pra lá de vencida. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    • Rogério disse:

      Fala da mística de uma camisa que foi pisoteada por Oeste, Macaé, Brasil de Pelotas, Sampaio Corrêa e Juventude?

      A camisa que tem mais participações na atual Série C ? E que vai morrer na Série C ?

      A mística da camisa de TERCEIRA DIVISÃO que participou em 1987, 1990, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017 ?

      Já são 15 anos de terceira divisão e ainda não se acham um time de terceira divisão?

      Vão precisar de quantos anos mais para admitirem que são um time de TERCEIRA DIVISÃO ?

      A Stellinha é debutante, já fez 15 aninhos de Série C, ela não é mais uma menina, agora ela é uma mulher.

      • CR LANE disse:

        Como explicar o lendário gol de Cassiano, senão pela mística dessas camisas.

        Como explicar a maior torcida do estado e o amor que o Papa tem a esse clube.

        Como explicar a perseguição da imprensa e o complô para nos manter na C com o único objetivo do oponente melhorar suas estatística.

        E sim Magnata tem contrato de gaveta. Procure saber.

      • Eduardo disse:

        Tem razão, Rogério. Até 2017, são 15 participações na série C ou equivalente (1987, 1990, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017), 3 rebaixamentos da série B para a série C (1989, 1994, 2009) e 2 canetadas ou viradas de mesa para sair da série C (1991, 2000) – até agora, o único modo de acesso. Ressalte-se, ainda, que em 1988 ficou sem divisão, ou seja, nada disputou por ter sido, de fato, rebaixado da 3ª divisão no ano anterior (ainda não havia 4ª divisão ou série D). Ou seja, a “Stella” NUNCA saiu da Terceirona. Quando sairá??? De que vale tanta arrogância, soberba, empáfia… !!!

    • Lucas disse:

      KKKKKK
      Esses coloridos são comédia

  • Lucas disse:

    “Na atual temporada o Ceará saiu sem ser vazado em 8 das 20 partidas realizadas.”
    Pra mim esse é o ponto mais forte do time. Se o Ceará ao fim do campeonato ficar 16 jogos sem levar gols já é um pé dentro!!!

  • Yuri disse:

    Esses torcedores iludidos do canal estão muito confiantes.
    Esperem a segunda rodada, onde o barco afunda.
    Não é seu Lucas do Rio Verde, seu time não vai ficar só com esses golfinhos engolidos, não. Vai ver o baú de gols que ele ainda vai levar!
    Continuem botando os ingressos a 10 Reais , com direito a meia para iludir a carniçada toda.
    SAUDAÇÕES TRICOLORES.

  • SERGIO disse:

    SOU SAMPAIO CORREIA E DOU 2 (DOIS) GOLS, ESTA RODADA A LEOA SAI DO “G” QUATRO, O DESESPERO TOMA CONTA DO FINADO PICI, RUMO A SÉRIE “D” ESTELA..

  • Felipe T Sousa disse:

    O Ceará está com bons jogadores e se observa que o grupo está bastante unido e com um treinador experiente e bem relacionado com o grupo. Só espero que continue assim até o fim, pois temo por grupo de panelinhas e a coisa mude. Da forma como está o torcedor vai retornar ao estádio e contribuir como sócio torcedor. Acredito numa campanha ainda melhor nessa segunda volta do campeonato e que possamos comemorar o retorno a primeira divisão.

  • Eliangelo disse:

    ótima matéria, mas o ataque de agora é bem melhor que o ataque sofrível de 2009

  • Eliangelo disse:

    sem contar que naquele ano quase não vencemos fora de casa

    Foram 6 vitórias fora de casa em 2009. Não tão ruim.
    FG

  • Atila de Oliveira disse:

    É interessante ver qual será a colocação do Ceará após o término da 21º rodada. O Ceará pode ficar em segundo lugar se ganhar do Boa. Basta que o Internacional não ganhe do ABC, jogando em Natal. Se houver empate do Inter, com a vitória do Ceará, ambos ficariam empatados em número de pontos (37), mas o Ceará ganharia em número de vitórias (11 contra 10).
    Caso o Ceará empate com o Boa, vai ficar em terceiro, porque ficará com a mesma pontuação do Vila Nova (35), mesmo número de vitórias (10), mas ganhará no saldo de gols (8 contra 5).
    E se o Ceará perder, não sairá do G-4 porque ficará empatado com o Juventude em número de pontos (34), mas terá maior número de vitórias (10 contra 9).
    Temos que acreditar, neste ano o Vozão tem tudo para subir.

  • VOZAO, CORAÇÃO DO MEU POVÃO. disse:

    SOU SAMPAIO CORREIA, FAO UMA APOSTA E DOU 11 (ONZE) GOLS CONTRA O FORTALEZA, SE NO PRIMEIRO TEMPO NAO SAIR DE 11 A ZERO PRO SAMPAIO EU PERCO APOSTA…, ESTA RODADA A LEOA SAI DO “G” DE QUATRO, O DESESPERO TOMA CONTA DO FINADO PICI, RUMO A SÉRIE “D” ESTELA… EU NEM DIGO NADA…KK

  • Magal disse:

    O pior é este ano não temos o C. BALA e nem o CRB. Puxa! nem tava me ligando e este cara vem me lembrar desta possibilidade de D. Pô!

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *