Futebol do Povo

Nordeste tem potencial para 4 times na Série A 2018, recorde nos pontos corridos

1862 17

Desde que o regulamento de pontos corridos foi adotado no Campeonato Brasileiro (2003), jamais o Nordeste teve mais do que três representantes na Série A.

A marca, entretanto, pode ser ultrapassada na temporada 2018. Na Série B restam oito rodadas e o Ceará está na terceira colocação com 54 pontos, brigando firme pelo acesso. Nenhum outro time da região tem condições parecidas. Aliás, o cenário é justamente o oposto. Lanterna com 22 pontos, o ABC já pode se considerar na Série C. Os pernambucanos Santa Cruz e Náutico também vivem enormes dramas, ocupando 18º e 19º lugares com 30 e 27 pontos. Com 37 pontos e na 14ª colocação, o CRB também corre riscos de cair.

Já na Série A, após 29 rodadas, os três representantes do Nordeste seguem fora da zona de rebaixamento, mas sem nenhum conforto. Bahia, Sport e Vitória somam 35, 35 e 33 pontos respectivamente. O primeiro time no Z-4 é a Ponte Preta, com 32.

No melhor cenário, portanto, a Série A em 2018 contará com Ceará, Bahia, Vitória e Sport, superando os anos de 2003, 2007, 2008, 2009, 2012, 2013, 2014, 2016 e 2017, quando três equipes nordestinas integraram a primeira divisão nacional.

Já no pior cenário, extremamente improvável, nenhum time do Nordeste estará na Série A do ano que vem, também um fato que jamais ocorreu, já que desde 2003 sempre um representante da região participou.

Recomendado para você

17 Comentários

  • Henrique Honesto disse:

    HONESTAMENTE:
    Ao todo, incluindo a Taça Brasil que foi convertida em Série A do brasileirão, o Fortaleza Esporte Clube tem 32 participações na Série A.
    As três últimas vezes foram nos anos 2000, onde por um ano, do Nordeste, só havia o LEÃO DE AÇO DO PICI.
    Público e Renda o Nordeste tem demais. O difícil é se manter na Série A por muitos anos seguidos.
    ACREDITAMOS NO FORTALEZA ESPORTE CLUBE!

  • Mhcs_Castro disse:

    Caro Graziani, meu pai me ensinou que sempre devo torcer pelo futebol do nosso estado. Sou torcedor do Fortaleza, mas desde novo sempre torci pelo nosso futebol. Rivalidade deve sempre existir, sempre brinquei com os meu amigos torcedores do Ceará, Ferroviário, Maranguape e etc. Não estou querendo dizer que as pessoas devem torcer para o time adversário, mas na minha opinião, o futebol cearense está precário porque os presidentes querem ver o adversário na lama, criam situações muitas vezes desnecessárias para tumultuar o adversário, diversos jornalistas não sabem ser imparciais. Parabéns ao meu tricolor, estou muito feliz pelo nosso acesso, e eu acredito que o nosso leão possa conseguir um belo resultado fora de casa e ser Campeão. Parabéns ao Ceará pela campanha, merecedor do acesso também.

    Em tempo, escrevo aqui a admiração pelo Jornalista Graziani, sua imparcialidade é de se admirar. Acompanhava você no twitter, não está mais ativo na rede social?

    ST

    Oi Matheus, obrigado pela gentileza. Eu entendo demais teu ponto, mas também acho que torcer contra o rival, para torcedores, é legal e faz parte. Já entre os dirigentes, sem dúvida alguma, o provincianismo e a falta de profissionalismo, situações que retratam o que você descreveu, são lamentáveis e servem muito para que o crescimento do futebol cearense não seja perene e, sim, apenas eventual. Sobre o twitter, estou ausente. São anos tomando xingamento, ameaças e ofensas sem nenhum sentido, de todos os lados, de gente baixo nível, covarde e com capacidade mínima de inteligência. Então estou de férias de lá faz alguns meses. Valeu de novo.
    FG

    • Airton disse:

      Raro posicionamento esse do Matheus. Concordo com ele e também acho que essa é uma das razões do nosso futebol não ser tão grande como deveria. Nunca esqueço quando vi, em detrimento do Ceará, Atlético Mineiro e Cruzeiro se ajudando. Nunca que Fortaleza e Ceará fariam isso.

    • Mhcs_Castro disse:

      Graziani, escuto todos os dias um programa em uma certa emissora, onde o programa seria para o futebol do nosso estado. Claro, atualmente se tem mais notícias do Fortaleza e do Ceará, mas o programa é totalmente parcial para o Ceará. Fico me perguntando: Os cursos, palestras e a experiencias desses jornalistas, não ensinam ser imparciais quando estão atuando? Eu escuto porque gosto de acompanhar, mas fico chateado por não falar quase nada do Fortaleza, e quando falam é muito rápido. Eles tem um costume de colocar áudio do torcedor no ar, quando é do Ceará eles comentam, mas quando é algum torcedor do Fortaleza, eles ignoram. Hoje há uma perseguição contra a imprensa, por conta de uma situação como essa.

  • Magal disse:

    Henrique Honesto vc está enganado, pois o campeonato nacional começou mesmo em 1971e teve como primeiro campeão o Atlético Mineiro. Em 1984 o Mais Querido caiu para a B perdendo aqui para o Náutico.
    Graziane veja minha versão e faça um comentário ou me corrija se eu estiver errado

  • Felipe T Sousa disse:

    Caro Graziane, o futebol sem rivalidade não tem sentido. No entanto as torcidas tanto do Ceará quanto do Fortaleza chegaram a um ponto que não dá mais para se assistir a um jogo envolvendo esses dois times. A bandalheira de uma meia dúzia de cada ‘organizada’ chegou a um ponto sem controle e de proporções alarmantes. É de se lamentar que a PM e o Judiciário não tomem as providências. Infelizmente essa situação prevalece em todo o país e sem que nenhuma providência do Poder Público seja adotada. Veja o quanto tem sido pacífico e ordeiro se assistir jogos com uma só torcida presente nos estádios. Eu vou ao Castelão e levo meus familiares, inclusive meus netos porque tudo é paz. SOU CEARÁ RUMO A 1ª DIVISÃO

  • Felipe T Sousa disse:

    Favor corrigir minha falha por ter escrito de forma errada o teu nome

    Imagina, valeu
    FG

  • Luciano Alvinegro disse:

    Caro Graziani, acompanho a muito tempo o seu blog. Sua coerência e nível de informações detalhadas são um alento para quem gosta de ler comentários imparciais e centrados. estive ausente, mas irei novamente participar frequentemente dos debates. parabéns pela qualidade de jornalismo apresentado!

    Valeu, Luciano!
    FG

  • Sérgio Silva disse:

    FG boa tarde, você fala que no pior cenário a seria A ficaria sem nenhum representante do nordeste, fato totalmente possível, mas da forma que o Ceará vem jogando já não podemos comemorar o acesso ? abraços !

  • Diego Rocha disse:

    A pontuação dos times da série A estão errados. O Sport tem 35 pontos e o Vitória 33, só inverter a posição no texto.
    Abs,

    Ah sim, já tinha corrigido. Muito obrigado, Diego.
    FG

  • João Ximenes disse:

    “Nordeste tem potencial para 4 times na Série A 2018, recorde nos pontos corridos.”

    Até ontem pensava por ai !

    Mas depois da escorregada dada por Eles LÁ(os daqui) no jogo com o Figueirense(2 X 2) em casa, já fiquei desconfiado que, “se” não abrirem o olho, a permanência no G-4 nessas últimas 8 rodadas pode ser ameaçada.
    E “se” Bahia, Vitória e Sport também não abrirem o olho na Azona(que é osso)… “no melhor cenário, portanto, a Série B em 2018 contará com Eles LÁ(os daqui), Bahia, Vitória e Sport” passando a ser um “NORDESTÃO INRRUSTIDO”.

    “Se” não vacilarem nessa reta final – especialidade do Chamusca em retas final -, pode até ser que nosso futebol vá ser representado na Azona 2018.

    “SE” !

  • João Ximenes disse:

    Só mais um detalhe, ainda sobre o assunto Bzona 2018.

    E “se” Abc,(20º), Náutico(19º), Santa Cruz(18º), Crb(15º) não fossem tão INCOMPETENTES a ponto de acabarem na Czona(xôcarniça), Bzona 2018, por LEI , teria de mudar em definitivo o seu nome pra NORDESTÃO.

    Caso Eles LÁ(os daqui) não consiga o acesso, e Bahia, Vitória e Sport venham de lA pra cA obviamente.

    O que restaria de POTENCIAL no NORDESTE seriam somente as suas ARENAS DE COPA DO MUNDO que mais parecem ELEFANTES BRANCOS nas mãos desse Futebol sofrível, que é o Nordestino. Infelismente a realidade é essa

    Êta potencial CONTESTÁVEL da gota !

  • João Ximenes disse:

    POTENCIAL:
    Suas Arenas, e principalmente os TORCEDORES da região que pagam o pato a nível NACIONAL, sem poder fazer mais que tá sendo besta nas arquibancadas, no sol quente, e sem direito a tomar uma gelada se quer pra aliviar, e, PIOR… ainda tem de ouvir de “dirigentes”: “O TORCEDOR PRECISA APARECER MAIS NAS ARQUIBANCADAS !”

    Home vão dá o CA…TEL !

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *