Futebol do Povo

Ceará sofre bem mais faltas do que faz na Série B, dados que também explicam sucesso na campanha

1644 18

Lima é um dos destaques ofensivos do Ceará e da Série B e é o jogador que, em média, sofre mais faltas no Alvinegro. Foto: Júlio Caesar

Vice-líder do Campeonato Brasileiro da Série B com 58 pontos, o Ceará está perto de consolidar o acesso para a Série A nas seis rodadas restantes da competição. Dependendo da combinação de resultados, a conquista se dará até antecipadamente, isso em função da equipe ter aberto seis pontos para o quinto colocado ao final da 32ª rodada, logo após a vitória sobre o Inter por 1 a 0, no Beira-Rio.

Entre os motivos relevantes que explicam a campanha, especialmente depois da chegada de Marcelo Chamusca, está o baixo número de faltas que a equipe comete. Na relação dos 20 participantes da Segundona, o Ceará é o terceiro time que menos infrações comete na competição. São 468 no total, apenas 14.6 por partida. No gráfico oposto o Alvinegro é o terceiro clube que mais sofre falta. São 18.5 por encontro, totalizando 592.

Evidente que a relação número de faltas cometidas e sofridas não guarda relação direta com posição na tabela, mas ajuda a explicar uma forma de jogar de determinada equipe. No caso do Ceará, por exemplo, é uma equipe que marca de forma leal, intensa e com comprometimento coletivo. Como consequência, recebe poucos cartões (71 amarelos e 3 vermelhos, entre os cinco menos advertidos) e tem poucos atletas suspensos, algo que minimiza falta de entrosamento e dá opções variadas ao treinador.

Quando está com seu sistema de marcação ativo, o Alvinegro se preocupa em ocupar espaços com marcação tática. Fazendo poucas faltas, corre menos risco de tomar gol de bola parada. Tomando mais faltas – Lima e Pedro Ken são os que mais sofrem, respectivamente 3.1 e 2.9 infrações por jogo – cria mais possibilidades de atingir o gol do adversário. Não por acaso, o Ceará é a sexta melhor defesa e o quarto ataque mais positivo da Segundona.

Em tempo: os números deste texto foram colhidos no Footstats

Recomendado para você