Futebol do Povo

Ceará e Ferroviário: em busca de prestígio e mais R$ 3,6 milhões na Copa do Brasil

1546 4

A quinta-feira, 15, será um dia importante para o futebol cearense. Na Copa do Brasil, segunda competição mais importante disputada no país, os representantes cearenses lutam pelo prestígio de participar da quarta fase e por mais R$ 1,8 milhão de cota para cada um.

O Ceará recebe o Atlético-PR, no Castelão, às 21h30min. No primeiro jogo o Alvinegro perdeu uma série de oportunidades para sair com a vitória. Com o empate sem gols, qualquer outra igualdade em Fortaleza leva a decisão para a cobrança de pênaltis. No regulamento modificado para esta temporada, os gols marcados fora de casa não servem mais como critério de desempate. Quem vencer, passa.

O Ferroviário também empatou seu jogo de ida contra o Vila Nova. O 1 a 1 no PV será carregado agora para o confronto das 20h30, em Goiânia. No empate por qualquer placar, pênaltis para decidir a classificação. O vitorioso avança.

O novo contrato de direitos de transmissão da Copa do Brasil, em vigor a partir de 2018 com aumento substancial dos valores pagos pelas emissoras de televisão que transmitem o torneio ( Rede Globo, SporTV e Fox Sports), tem feito bem aos cofres dos clubes cearenses. Somando as cotas já garantidas por Ceará, Ferroviário e Floresta, as equipes locais já faturaram R$ 6,2 milhões.

Levando em conta as cotas das primeiras fases, além do valor inicial por ser um dos partícipes, o Alvinegro faturou R$ 3,2 milhões (venceu Brusque e Londrina). O Ferrão também fez duas partidas (eliminou Confiança e Sport) e colocou no bolso R$ 2,5 milhões. E o Floresta, eliminado no primeiro confronto diante do Botafogo-PB, garantiu R$ 500 mil.

Recomendado para você