Futebol do Povo

Juntos, Ceará e Fortaleza lutam por pelo menos R$ 80 milhões em receitas para 2019

6704 13

Comumente, os torcedores do Ceará querem ver o Fortaleza no pior cenário possível. Na mesma proporção, os torcedores tricolores desejam a mais triste situação futebolística para os alvinegros. A rivalidade é natural e, mais do que isso, essencial para o futebol. Funciona assim com Inter e Grêmio no Rio Grande do Sul; com Atlético e Cruzeiro em Minas Gerais, Galatasaray e Fenerbahçe na Turquia, Real Madrid e Barcelona na Espanha e em qualquer lugar do planeta.

Nesta temporada, restando ainda dois meses e meio de bola rolando, o futebol cearense vive a possibilidade de Fortaleza e Ceará garantirem lugar na Série A em 2019. As vezes mais recentes que ambos estiveram juntos na primeira divisão nacional foram em 2000, na Taça João Havelange, quando o Fortaleza venceu por 3 a 1 e em 1993, quando o Ceará venceu os dois confrontos por 1 a 0 e 3 a 1.

Em que pese a enorme rivalidade, a presença de ambos na primeira divisão do País não garante sucesso automático, mas tem potencial para representar uma mudança de patamar relevante para o futebol local, o que passa a ser um projeto conjunto, ainda que em duas frentes.

O momento é de crescimento de faturamento dos clubes brasileiros, especialmente em função das cotas de televisão em competições nacionais. No geral, também levando em conta patrocínios privados e borderô dos jogos como mandante, avançar para a Série A vai representar ao Fortaleza no mínimo de R$ 40 milhões a mais em receitas na comparação com 2018; para o Ceará, permanecer onde está vai representar não deixar de faturar, no mínimo, outros R$ 40 milhões, também tomando como base a perspectiva atual. São valores reais e não otimistas, que vão ajudar a cada um ter um orçamento em 2019 de pelo menos R$ 60 milhões cada.

Apesar de terem evoluído significativamente em diversos aspectos – estrutura física, médica, fisiológica, marketing e programas de sócios, que saltam aos olhos na comparação com a década passada -Ceará e Fortaleza ainda precisam trabalhar continuamente para alcançar patamares hoje ainda distantes, especialmente levando em consideração questões técnica de qualidade de futebol, econômicas, estruturais, relevância nacional e revelação de talentos. Para tanto, fincarem o pé na Série A é fundamental.

Recomendado para você

13 Comentários

  • Sem hipocrisia , desejo a permanência do CSC na série A e a subida do FEC para mesma divisão, visando o progresso do futebol cearense em todos os setores.

  • José Benevides Júnior disse:

    Ao contrário do que presenciei em tempos passados, quando torcedores e até mesmo jornalistas simpatizantes do time alvinegro, “torceram” pelo rebaixamento do Leão, em 2006 (última participação na série A), eu acredito na teoria do MAIS MAIS, onde todos poderão ganhar.
    Caso o Ceará se mantenha na elite, e o Fortaleza consiga a sua ascensão, nossos dirigentes precisam raciocinar em termos de um “todo”, que virá beneficiar o futebol do nosso estado. Nesse aspecto, considero fundamental o apoio da nossa imprensa “imparcial”, aquela que não coloca as cores clubísticas acima dos interesses do futebol cearense. O Ferroviário ascendeu à série C, como campeão brasileiro, e, dependendo de seu planejamento para 2019, poderá sonhar com uma nova ascensão, que seria algo fantástico. Fortaleza e Ceará, unidos nas competições nacionais, e se consolidando na elite, podem levar o nosso futebol a um patamar jamais alcançado. É uma meta auspiciosa e desafiadora, mas plenamente possível.

  • Deval Paixão Alvinegra disse:

    Graziani, vejo o Ceará dar os primeiros passos para o crescimento, a coisa não é de uma hora para outra. Esse negócio de Ceará e Fortaleza, ficarem se atracando não é boa coisa, só traz prejuízo para os dois. O melhor modelo de disputa é o paulista, todos crescem.

  • DEVAL FREIRE MARTINS disse:

    Graziani, vejo o Ceará dar os primeiros passos para o crescimento, a coisa não é de uma hora para outra. Esse negócio de Ceará e Fortaleza, ficarem se atracando não é boa coisa, só traz prejuízo para os dois. O melhor modelo de disputa é o paulista, todos crescem.

  • João Ximenes disse:

    Meu negócio é com bola rolando !
    Portanto, prefiro falar da tabela de classificação.
    FEC ainda vai jogar pela rodada, e diga-se: só quem pode mexer nessa classificação – MELHORANDO a situação – é o próprio FEC.

    Tá assim a Bzona, faltando 9 rodadas e/ou 13 pontos pra Azona:

    1. FEC(53) – 16 vitórias(Guarani/Guarani, Boa/Boa, Crb, Goiás, Figueirense, Criciúma, Sampaio Correa, Brasil Pelotas, Paysandu, Juventude, Coritiba, Londrina, Vila Nova, São Bento); 5 empates(londrina, Vila Nova, Csa, Avaí, Figueirense); 8 derrotas(São Bento, Oeste, Ponte Preta, Atlético-GO, Crb, Goiás, Criciúma, Sampaio Correa).

    2. Goiás(50), 15 vitórias(Atlético-GO/Atlético-GO, Paysandu/Paysandu, Londrina, Crb, Avaí, Criciúma, Sampaio Correa, Oeste, Csa, Figueirense, São Bento, Fortaleza, Guarani); 5 empates(São Bento, Guarani, Juventude, Ponte Preta, Londrina); 10 derrotas(Csa, Figueirense, Vila Nova/Vila Nova, Fortaleza, Boa Esporte, Ponte Preta, Coritiba, Brasil Pelotas, Boa Esporte).

    3. Csa(50) – 14 vitórias(Goiás, Oeste, Criciúma, Boa, Londrina, Vila Nova, Brasil Pelotas, Sampaio Correa, Juventude, São Bento, Criciúma, Londrina, Figueirense, Paysandu); 8 empates(Crb/Crb, Paysandu, Ponte Preta, Coritiba, Fortaleza, Atlético-GO, Avaí); 8 derrotas(São Bento, Figueirense, Guarani/Guarani, Goiás, Oeste, Boa Esporte, Vila Nova).

    4. Avai(45) – 12 vitórias(Juventude, Figueirense, Crb, Paysandu, Coritiba, Boa Esporte, Londrina, Vila Nova, Juventude, São Bento, Crb, Sampaio Correa); 9 empates(Brasil Pelotas, São Bento, Sampaio Correa, Guarani, Atlético-GO, Fortaleza, Csa, Ponte Preta, Brasil Pelotas); 8 derrota(Vila Nova, Criciúma/Criciúma, Oeste, Goiás, Figueirense, Paysandu, Coritiba).

    Goiás, Csa já jogaram, faltando Avaí, que em caso de vitória permanece onde está, enquanto que FEC, no caso de VITÓRIA, vai aumentar ainda mais a margem na LIDERANÇA.

    SEGURA AS PONTAS LEÃO !!!!!

  • João Ximenes disse:

    “Comumente, os torcedores do Ceará querem ver o Fortaleza no pior cenário possível. Na mesma proporção, os torcedores tricolores desejam a mais triste situação futebolística para os alvinegros. A rivalidade é natural e, mais do que isso, essencial para o futebol”.

    Diria que isso… É O PRÓPRIO FUTEBOL !

    EU penso – e repito as turras em roda de conversa sobre futebol – o seguinte: FUTEBOL é, OU DEVE(ria) ser medido por títulos, pra em seguida, DIVISÃO.

    Na ponta do lápis, o RANKING Cearense estaria assim: GuaraSol(campeão Dzona), Ferroviário(campeão Dzona), Eles Lá-os daqui-(estão de Azona), FEC(Bzona).

    Paragrafo Único: Não dá pra alguém, em SÃ CONSCIÊNCIA, tá medindo forças entre FEC x Eles LÁ(os daqui), porque ambos estão jogando competições diferentes.

    E pior. Se olhar pelo verdadeiro olhar do futebol, OS DOIS estariam atrás de GuaraSol e Ferroviário que já CONQUISTARAM alguma coisa no futebol.

    “Secar” na frente de uma televisão não vai fazer com que FEC não consiga o ACESSO e/ou até mesmo seja CAMPEÃO da Bzona, como também não vai fazer com que Eles LÁ(os daqui) volte pra Bzona. Isso precisa, e somente ambos podem garantir.

    Paragrafo Único: FEC depende somente dele pra’s duas situações(1º), enquanto que Eles LÁ(os daqui) precisam vencer e ainda torcer pra derrota de terceiros pra permanecer onde está hoje(15º), depois de um monte de rodadas lá(Z-4).

    Acrescento ainda nas “rodas de conversas”, que o IDEAL, seria a permanência Deles LÁ(os daqui), Sport, Vitória e Bahia na Azona 2019 e as chegadas de FEC e Csa.

    PÔ! seriam 6 times NORDESTINOS entre 20, no maior campeonato do mundo.

    AGORA, por conta de alguns “torcedores” que conheço, isso aí só valeria se os 4 sobrevivessem. Tivesse EU de optar: “A rivalidade é natural e, mais do que isso, essencial para o futebol”.

    MAS em tudo PRECISA-SE ter o mínimo de BOM SENSO.
    a) FEC joga a Bzona e Eles LÁ(os daqui) jogam Azona.
    b) GuaraSol não sei nem qual divisão Cearense tá, mas é campeão Brasileiro.
    c) Ferroviário vai jogar Dzona 2019 e briga por vaga na Copa do Brasil do mesmo ano através da Taça Fares Lopes, mas também já é campeão Brasileiro.

    FEC x Eles LÁ(os daqui) até hoje… NÃO PASSA DE UM CLÁSSICO REGIONAL como um “Inter e Grêmio no Rio Grande do Sul; com Atlético e Cruzeiro em Minas Gerais, Galatasaray e Fenerbahçe na Turquia, Real Madrid e Barcelona na Espanha e em qualquer lugar do planeta”.

    E se não APRENDEREM a fazer, trabalharem o futebol como os “GRANDES” dos clássicos aí citados, JAMAIS PASSARÃO DISSO: mais um CLÁSSICO local.

    2018 ainda PRECISAM: “segurar” a posição(FEC), “ralarem e suarem” muito – Eles LÁ(os daqui) – pra garantirem esses R$ 40, 60 milhões em 2019.

    Esse é MEU PENSAMENTO sobre “RIVALIDADE” no FUTEBOL.

    SEGURA AS PONTAS LEÃO !!!!!

  • Cristino disse:

    Só uma correção no seu comentário Ximenes :
    O Ferroviário vai jogar a série C em 2019.

  • Prof. Raimundo Soares disse:

    O futebol é paixão.
    As duas maiores forças do futebol cearense, Fortaleza e ceará sempre digladiam por um lugar melhor que o do outro. Dentre os dois, claro e óbvio, prefiro as Lindas Cores, o Lindo Hino e a Maravilhosa Torcida do Leão do Pici. Entretanto, se os dois estiverem na Série A no mesmo ano, seria ótimo para o futebol cearense e nordestino, por que não? Afinal, a cidade de Fortaleza, afora área metropolitana, tem perto de 3 milhões de habitantes, sendo maior que Belo Horizonte e bem maior que Curitiba e Porto Alegre que têm dois ou três times na Primeira Divisão Nacional.
    SAUDAÇÕES TRICOLORES!

  • Daniel Rodrigues disse:

    JÁ INICIARAM AS VENDAS DOS INGRESSOS PARA O JOGO DO CENTENÁRIO DO FORTALEZA ESPORTE CLUBE, DIA 20/10/2018 (2 DIAS APÓS O ANIVERSÁRIO DE 100 ANOS DO LEÃO)

    Confira os valores dos ingressos:

    Superior – 40/20

    Inferior sul e norte – 40/20

    Inferior central – 50/25

    Especial – 60/30

    Premium – 150/75

    Confira os pontos de vendas: 

    – Estádio Alcides Santos (Pici – Av. Sen. Fernandes Távora, 200)

    – Quiosques oficiais Fortaleza EC (Via Sul Shopping e North Shopping – Bezerra e Maracanaú)

    – Leão1918 Grand Shopping Messejana

    – Leão 1918 Riomar Kennedy

    – Loja do Sócio Torcedor (Av. Barão de Studart)

    – Leão Shop (Shopping Iguatemi 2º piso – Tel: 3111-4747)

    – Leão Shop ( Shopping Parangaba)

    – Lojão do Fortaleza (Av. dos Expedicionários, 3416 – Loja 04 – Benfica – Tel: 3214-5279)

    – Estádio Soccer Store (Shopping Benfica – Avenida Carapinima, 2200 – Benfica – Tel: 3016-9228)

    – Loja Tricolaço 1 (Av. Bezerra de Menezes, 1548 – Loja 10 – São Gerardo – Tel: 3223-4707)

    – Loja Tricolaço 2 (Rua Pedro Borges, 143 – Loja 13 – Shopping Lisbonense- Centro – Tel: 3231-6349)

    – Loja Tricolaço 3 (Av. Dom Luis, 500 – Shopping Aldeota – Piso L0 – Lojas 7 e 8 – Tel: 3458-1636)

    – Amor Eterno Centro (Shopping dos Fabricantes II – Rua Senador Pompeu, 814 – Tel: 3212-0715)

    – Amor Eterno Maraponga (Av. Godofredo Maciel ,2947, Open Mall Imag, loja 22, Maraponga. Tel.2180 3503)

    – Loja Caldeirão (Rua Major Facundo, 692 – Centro – Fone: 3223-5944)

    – Loja do Leão Maracanaú (AV.5 com Rua.40A, 32 – Centro de Maracanaú – 85.3181-6706)

    – Leão Store (Estacionamento Shopping Benfica)

    – Loja Sou Tricolor – Caucaia

    SAUDAÇÕES TRICOLORES!

  • Daniel Rodrigues disse:

    LEMBREM-SE:

    HONESTIDADE E TRABALHO:

    LUIS EDUARDO GIRÃO

    900 PARA O SENADO!

  • HELIO FERREIRA DE MELO disse:

    Uma retificação Fortaleza e Ceará, estiverem juntos na 1ª divisão em 1992 e não no ano 2000 estavam na serie B

    Não. Em 2000 estavam na primeira divisão, Copa João Havelange. Antes disso, 1993.
    FG

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 3 =