Futebol do Povo

Fortaleza: um título para a história

1151 6

Campanha tricolor entra para a história da Série B. Foto: Júlio Caesar/O POVO.

Por André Almeida

O ano de 2018 ficará para sempre marcado na história do Fortaleza Esporte Clube. E não haveria data mais simbólica aos tricolores. Além do centenário do clube, a temporada ficará marcada também como a da maior conquista que o Leão do Pici já teve nos seus 100 anos de existência. A vitória por 1 a 0 sobre o Avaí, na noite de sábado, culminou com título da Série B do Campeonato Brasileiro. A conquista coroa uma campanha “combativa, aguerrida, vibrante e forte”, como prega o hino leonino.

O primeiro título nacional da história do Fortaleza entra para a galeria de conquistas cheio de pompas e com o destaque que merece, com quebras de recordes dentro e fora das quatro linhas. A torcida tricolor proporcionou todos os 11 maiores públicos do campeonato, com direito a mosaicos e quebra de recorde do futebol cearense na temporada. A festa nas arquibancadas corresponde ao rendimento do time.

O desempenho dos comandados de Rogério Ceni na Segundona não deixa qualquer dúvida que o Tricolor foi absolutamente soberano numa competição em que o time provou que não ter rival à altura em campo. Por isso, a equipe fica marcada como a primeira do Nordeste a ser campeã da Segundona na era dos pontos corridos. O Fortaleza atingiu ainda a marca de segundo time que mais vezes liderou uma edição de Série B, atrás somente do Corinthians de 2008. Soma-se à isso o feito de ter entrado para o seleto rol de times que conseguiram acesso sem sair do G-4 em nenhuma rodada.

Tal desempenho fez o elenco do Fortaleza entrar para a história. Nomes como Marcelo Boeck, Diego Jussani, Bruno Melo, Dodô, Marlon e Gustagol ficarão marcados como personagens do título.

Mais que a gigante representatividade da conquista para a instituição, o título é também a redenção de um grupo de atletas que resgatou o clube dos seus mais amargos anos. No atual elenco, oito jogadores fizeram parte do time que tirou o Fortaleza da Série C, no ano passado, após oito anos.

O título da Série B é um feito enorme e legitima a celebração de uma nação que passou uma década extremamente sofrida. Aos tricolores, 2018 será mesmo inesquecível.

Recomendado para você

6 Comentários

  • Robson disse:

    Se os tais “deuses do futebol” realmente existirem, devem gostar das grandes histórias.

    O ressurgimento do Fortaleza EC é, sem sombra de dúvidas, uma dessas grandes histórias do futebol. Um clube que empilhou sucessivas eliminações na série C, um caos financeiro e administrativo…

    Porém, toda essa Odisseia tricolor foi recompensada: a melhor campanha de um time nordestino na série B, que trouxe em consequência recordes de arrecadação na venda de produtos licenciados, recorde no número de sócios, a sensível melhoria na estrutura fisica do clube, e na conquista do maior título do futebol cearense no ano do centenário !

    2018 não só marcou o centenário tricolor como mudou o clube de patamar. Agora é pensar em mais conquistas. Campeão Brasileiro, o Leão já é !

    Saudações Campeãs !

    Saudações Tricolores !

  • Carlos Cavalcante disse:

    É o maior feito de um clube cearense em campeonatos nacionais..

  • Chicão disse:

    Parabéns para a diretoria,comissão técnica e jogadores por essa grande conquista do Fortaleza Esporte Clube!
    Campeão Brasileiro da Série B no ano do centenário!!
    Saudações tricolores!

  • Antonio de Oliveira Sousa disse:

    Alegria alegria alegria……. Salve o tricolor de aço. Poderia acontecer coisa melhor? Um time que disputa uma competição e sobe de série com várias partidas de antecedência e, se torna campeão também faltando algumas partidas à disputar, é ou não é um feito notável? Memorável? Os outros que corram pra igualar este feito. Nós já conseguimos.
    Agora deitado em berço esplêndido, jogaremos as outras partidas, somente pra cumprir tabela.
    O tal do Juventude, que será nosso próximo adversário, vai ter que nos engolir e passar pelo que nós passamos a dois anos atrás, quando jogamos contra eles, e decretaram nossa permanência na série C, quando seus jogadores fizeram gestos para nossa torcida.
    Ô mundo pra dá voltas!

  • Barbosa disse:

    Em 2019 buscaremos a Libertadores.
    Escreve aí!
    Salve o Leão de Aço e toda sua Maravilhosa Torcida!
    Parabéns Galera!
    Saudações Tricolores!

  • valterlan disse:

    Agora a Diretoria tem fazer um bom planejamento, e fazer um elenco forte para 2019 alcançar vôos mais altos, quem sabe consiga classificar para uma sul americana, ou sonhar com uma Libertadores, tudo é questão de planejamento, e pra começar manter o Rogerio Ceni.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × três =