Futebol do Povo

Fortaleza: gol de Romarinho no Nordestão valeu 12 vezes mais o investido nele pelo clube

9153 13

Foto: Julio Caesar / O POVO

“É difícil ser chamado de lixo, de jogador que não presta. Passei muitas noites em claro, semanas sem dormir porque sempre trabalhei muito. E pensei em pedir para sair do Fortaleza sim porque era uma pressão muito exagerada”.

A frase de Romarinho, contratado em agosto do ano passado pelo Fortaleza, retrata bem o tamanho da redenção do jogador, autor do gol da vitória diante do Santa Cruz, nesta quinta-feira, no Castelão, e que colocou o Tricolor na final da Copa do Nordeste 2019 contra o bom Botafogo-PB.

O investimento que o clube fez no jogador, de R$ 40 mil, pelos seus direitos econômicos, foi compensado se a análise for especialmente financeira. Estar na final da competição regional garante ao Fortaleza, no mínimo, R$ 500 mil, ou seja, mais de 12 vezes o valor investido no jogador que, agora, com confiança, tem a possibilidade de render mais.

É relevante lembrar que Rogério Ceni sempre defendeu o atleta, por mais que Romarinho tenha feito partidas ruins no período – algumas críticas foram corretas e são normais dentro do ambiente do futebol – afinal, foram 29 jogos até marcar seu primeiro gol pelo time, uma média muito baixa.

Mas nem tudo é para sempre e a redenção chegou com lucro, em um momento especial para colocar o time em mais uma final.

Aos 24 anos, nascido em Ceará-Mirim/RN, o atleta ganhou destaque no Globo e agora abre caminho para render mais. Basta que ele aproveite o momento.

Recomendado para você