ID

Como foi receber um bilhete de motivação de um estranho pelas ruas de Fortaleza; confira relato

Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal

Um ato de gentileza pode mudar um dia. E é lindo ver alguém disposto a espalhar mensagens de motivação e acolhimento pelas ruas com esse propósito. Hoje, fui surpreendida com esse bilhetinho da imagem, que recebi quando andava pela avenida Domingos Olímpio.

“Eu faço isso porque aprendi que se eu fizer o dia de alguém feliz, o meu vai ser melhor ainda”, foi o que disse o rapaz que me entregou o papelzinho quando eu o procurei para escrever sobre sua atitude.

Faz quatro dias que esse rapaz – aqui de Fortaleza mesmo – começou a escrever em papéis frases para melhorar o dia das pessoas, e tive a chance de esbarrar com ele e receber um desses bilhetinhos.

Eu estava a caminho do jornal, como de costume, e ele veio na minha direção. De repente, entregou um papelzinho e disse: “Ei, o cara lá de cima mandou eu entregar para ti”. Por acaso, eu estava em frente a um prédio. Fiquei confusa a princípio, mas, então, entendi.

O nome dele não pode ser revelado – ele pediu anonimato – mas eu achei que valia a pena escrever sobre o que ele tem feito mesmo assim – porque notícia boa tem que ser contada também né?

“Sei que hoje em dia isso não é norma, sabe? Mas esse bilhete só chegou nas tuas mãos porque Deus queria que a gente se cruzasse hoje para você receber esse bilhete”, me confidenciou o escritor anônimo.

Essa matéria parece mais um relato, eu sei, e talvez seja. E é também uma motivação para você: porque esse recado também é para você.

Esse texto foi feito para propagar a gentileza dele – agora é a sua vez. Mesmo que você não encontre esse rapaz, saiba que tem muita coisa boa espalhada por essa cidade. É como dizem: gentileza gera gentileza. Motive-se!

 

 

 

 

 

Recomendado para você