ID

Indiano é declarado morto por engano e fica sete horas em câmara de necrotério

33
Indiano é declarado morto por engano e fica sete horas em câmara de necrotério

(Foto: Getty Imagens)

Srikesh Kumar, de 45 anos, passou sete horas em uma câmera fria de um necrotério mesmo estando vivo. O homem havia sofrido um acidente de trânsito em Moradabad, na Índia, e foi declarado morto pelos socorristas. 

O acidente aconteceu na madrugada da última quinta-feira, 18, mas o erro só foi percebido na manhã seguinte. Quando os familiares foram assinar a autorização para a autópsia, a cunhada de Srikesh percebeu um movimento do corpo.

A família da vítima garante que irá entrar com um processo jurídico por causa do incidente. De acordo com o portal Metrópoles, os noticiários locais informaram que os médicos afirmam que buscaram sinais vitais em Srikesh muitas vezes, mas sem sucesso. 

Os médicos alegam que o que aconteceu com Srikesh foi um milagre, mas que haverá uma investigação para averiguar a falha. O indiano foi transferido para um hospital em Meerut e segue em coma.

Recomendado para você

Os comentários estão fechados aqui.