Leituras da Bel

Escritora Jéssica Balbino lança a zine “quanto vale, ou é por quilo?” em projeto da Aliás Editora

Na próxima quarta-feira, 19 de maio, a partir das 19 horas, vai acontecer a live de lançamento da zine “quanto vale, ou é por quilo?”. A publicação, assinada pela escritora Jéssica Balbino, é uma profunda reflexão sobre gordofobia e opressão. A zine tem projeto gráfico de Jéssica Gabrielle Lima, edição executiva de Anna K. Lima e Isabel Costa. A publicação integra o projeto de financiamento coletivo, modalidade assinatura mensal, que é desenvolvido pela Aliás Editora. Com o apoio de dezenas de leitoras, a casa editorial está conseguindo manter equilíbrio nas contas em tempos de pandemia.

Jéssica Balbino (foto: João Paulo Ferreira)

Aliás é uma editora independente, que surgiu em 2017 com o objetivo de publicar livros, zines e outras publicações artesanais nos mais diversos gêneros, com ênfase na literatura e nas artes visuais. A proposta inclui a publicação de mulheres e de pessoas trans nas conexões produtivas do livro e da literatura, buscando viabilizar a inserção de autoras (inéditas ou não) com temáticas que valorizem o papel fundamental da mulher na construção e na potencialidade de territórios mais livres, justos e igualitários. A Aliás Editora é formada por Anna K. Lima, Isabel Costa e Jéssica Gabrielle Lima.

Jéssica Balbino
Por paixão e por formação, Jéssica Balbino é jornalista e acredita que as narrativas podem transformar o mundo. Psicanalista em formação, viciada em café e histórias, é mestre em comunicação pela Unicamp, premiada pelo Estado de Minas Gerais com o projeto Margens e pelo Minc com o livro-reportagem “Hip-Hop – A Cultura Marginal”. Recebeu também, por dois anos consecutivos, o prêmio Maiores & Melhores, na categoria Assessoria de Imprensa.

Dedica-se a registrar histórias por meio das vivências. É autora dos livros “Gasolina & Fósforo”, “Hip-Hop – A Cultura Marginal” e “Traficando Conhecimento”, além de ter participado de várias antologias. Entusiasta do jornalismo literário, coordena o Margens, projeto que realiza curadoria, divulgação e edição de conteúdo e reportagens de literatura contemporânea brasileira, especialmente a produzida por mulheres. Criou o Insurgências Gordas, primeiro curso com intelectuais gordes do país. Foi jurada do Prêmio Jabuti e do Prêmio Arte como Respiro do Itaú Cultural. Foi incluída no curso de Literatura Latino-Americana da Universidade de Berlim como bibliografia obrigatória da disciplina de literatura marginal e periférica.

Jéssica Balbino (foto: João Paulo Ferreira)

É colunista do site Puta Peita e escreve para veículos como UOL, Catraca Livre, M pelo Mundo, BuzzFeed, Hysteria e Suplemento Pernambuco. Foi editora do G1 por quatro anos. Trabalha como assessora de imprensa apenas para pessoas e projetos em que acredita – e que transformam o mundo, entre eles, Mel Duarte e Livraria Africanidades, já tendo passado por projetos e eventos como Flipoços, Mostra Cultural da Cooperifa, Festival Percurso, entre outros. Foi âncora e editora de conteúdo do podcast #Rabiscos entre 2018 e 2020, fazendo mais de 100 entrevistas com autores contemporâneos, conduzindo e construindo séries de entrevistas. Em 2017, foi apontada pelo Centro Cultural de São Paulo como uma das 100 mulheres que mais incentivam a cultura no país. Quando não está trabalhando, estuda psicanálise, gosta de cozinhar e viajar, mas depois, escreve sobre as experiências.

Serviço
Lançamento de quanto vale, ou é por quilo?
Quando: 19 de maio, quarta-feira
Horário: 19 horas
Instagram da Aliás Editora / @aliaseditora
Instagram da autora / @jessicabalbino_

 

Recomendado para você