Meu Negócio

8 dicas para ter um e-commerce de sucesso

Homem com cartão de crédito e digitando no notebook;e-commerce é alternativa para impulsionar vendas na pandemia

Com e-commerce, é possível alcançar novos clientes

O número de lojas que abriram comércio eletrônico, durante este período de quarentena, aumentou 400% no Brasil, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOmm). Diante da crise de coronavírus e do isolamento social necessário para evitar a disseminação da infecção, as vendas pela internet têm sido alternativa para impulsionar os negócios.

Mas, independente da pandemia, ter um e-commerce tem suas vantagens. “A internet é uma vitrine infinita, você pode vender para o mundo todo, aumentar os canais de atendimento e relacionamento com os clientes, alcançar novos clientes, além de facilitar a compra dos atuais”, enumera Marília Diniz, analista da Unidade de Gestão da Inovação e Sustentabilidade do Sebrae/CE.

Marília alerta, porém, que é necessário atualizar as plataformas, ter cuidado com os custos e com a manutenção da operação. Confira dicas práticas para o seu e-commerce ter sucesso:

  1. Crie uma boa estratégia de comunicação

Ofereça canais de comunicação simplificados para os clientes, sem ser invasivo. Por exemplo, se você optar por uma newsletter, garanta também que aqueles que não desejam não recebam mais seus informes. 

  1. Atenção à logística e ao prazo de entrega

Para evitar insatisfação, faça uma boa gestão de estoque e opte por um bom serviço de entrega. Calcule o frete de diferentes produtos também, pois um valor alto pode acabar fazendo o cliente desistir. 

  1. Especifique os detalhes do produto 

Evite dúvidas dos clientes: no ato da compra, ele deve saber material, tamanho, garantia dos produtos. Para isso, vale investir em boas imagens.

  1. Diversifique os meios de pagamento 

Uma dica é planejar custos de uma forma que o cliente consiga pagar em até três parcelas. Marília lembra que os operadores de pagamento repassam os valores para as empresas entre sete a 20 dias, então tenha esse prazo em mente para planejar os custos do comércio eletrônico. 

  1. Escolha um domínio fácil 

URLs curtas são ideais para o cliente lembrar da sua marca. 

  1. Entendas os novos “P”s

Além dos quatro “P”s tradicionais (produto, preço, praça e promoção), os especialistas destacam também: processos (organização nas demandas, com planilhas etc.), pessoas (treinamento para o funcionário conseguir atender bem) e palpabilidade (certifique boa embalagem e tratamento do produto). 

  1. Identifique rápido os problemas

Em caso de erros na logística ou produto, busque solucionar a questão. Pode ser uma devolução ou troca de fornecedor, por exemplo. 

  1. Garanta excelência

Certifique-se de que todos os processos atuais estão funcionando bem, com monitoramento constante. Isso é ainda mais fundamental antes de pensar em ampliar o seu negócio.  

 

Recomendado para você