Política

Fortaleza tem protesto contra terceirizações e reforma da Previdência

377 2

Acompanhando agenda nacional, a Capital cearense será palco de protesto contra as terceirizações e a reforma da Previdência proposta pelo presidente Michel Temer (PMDB), que aumenta tempo de contribuição e idade mínima da aposentadoria. O ato ocorre às 15 horas, na praça Clóvis Beviláqua, em frente à Faculdade de Direito, no Centro.

As manifestações estão previstas para acontecer em todas as capitais do País, formando um “Dia nacional de mobilização”. Uma das organizadoras do movimento, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) defende que este seja o momento de lutar “contra o desmonte da aposentadoria e da CLT e para impedir a sanção pelo governo Temer do Projeto de Lei 4302/1998”, que diz respeito às terceirizações. Em Fortaleza, protesto é organizado pela Frente Brasil Popular e Povo Sem Medo.

As entidades estimam que protestos vão “preparar” o País para uma greve geral prevista para acontecer em abril, de todos os servidores públicos, em defesa das pautas trabalhistas.

“Estaremos na rua contra a Reforma da Previdência, a Reforma Trabalhistas e contra esse absurdo da aprovação da terceirização (…). Na semana que vem, as centrais irão se reunir e anunciar uma data, ainda em abril, para a greve geral. O dia 31 de março vai ser uma etapa dessa construção”, afirma Sérgio Nobre, secretário geral da CUT.

Serviço: Protesto contra Lei das Terceirizações e reforma da Previdência

Local: Praça Clóvis Beviláqua, em frente à Faculdade de Direito, no Centro

Horário: 15 horas

Recomendado para você