Política

Em sessão da AL-CE, deputados criticam votação que rejeitou denúncia contra Temer

Deputado Renato Roseno criticou votação que livrou Temer da investigação (Foto: Divulgação / AL-CE)

A votação na Câmara dos Deputados que  livrou o presidente Michel Temer (PMDB) de denúncia foi assunto na sessão da Assembleia Legislativa da manhã desta quinta-feira, 3, um dia depois do ocorrido. O deputado Renato Roseno (Psol) foi um dos que repercutiu o assunto, afirmando que “as pessoas estão decepcionadas e com razão, pois nossa Câmara não é digna”.

“Nunca um presidente da República havia sido flagrado comprando o silêncio de parlamentares. Temos provas de corrupção passiva e ainda assim nove deputados cearenses votaram a favor de Temer”, disse. “Todos estamos vendo que o governo tem dinheiro para emendas que compram o silêncio de muitos. Esse mesmo governo nega recursos para educação e saúde”.

A deputada petista Rachel Marques também criticou a votação. “Temer é um golpista e utilizou mais de R$ 4 bilhões em emendas e cargos em troca de votos. Ele conseguiu se livrar das investigações, através de deputados federais que deram as costas para o povo brasileiro”, acusou.

O deputado Moises Braz (PT) lamentou os deputados federais que votaram, ontem, pela continuidade das investigações contra Michel Temer. “Temer deve ser investigado. O povo precisa ir às ruas para garantir que o Governo não continue acabando com o direito dos cidadãos”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *