Política

“Eu não sou candidato e não pretendo disputar prévias com o Alckmin”, diz Dória

Dória concedeu entrevista ao vivo ao O POVO nesta sexta-feira (Foto: Reprodução / Facebook)

O prefeito de São Paulo João Dória (PSDB) voltou a afirmar nesta sexta-feira, 18, que não vai se candidatar à presidência da República em 2018 e que “sempre” apoiou o governador de São Paulo Geraldo Alckmin e continuará apoiando.

“Eu não sou candidato e não pretendo disputar prévias com o governador  Geraldo Alckmin (SP) nunca. Não há a menor hipótese de eu disputar prévias com alguém que me ajudou, me apoiou”, disse em entrevista o vivo no Facebook do O POVO, ao jornalista Ítalo Coriolano.

Sobre suas constantes viagens nos últimos dias, o prefeito defendeu que isso não traz prejuízos à cidade de São Paulo, repetindo a comparação com um CEO de empresa pode viajar que ela continuará funcionando. “Isso é conversa falsa, mentirosa, fraca e frágil de que um bom gestor só pode gerir uma empresa se estiver lá 24 horas por dia”, rebateu.

Corrupção

 

Questionado sobre sua posição em relação às acusações de corrupção  em que o presidente Michel Temer (PMDB) está envolvido, o tucano disse que todos devem ser investigados. “Não há críticas para um (Lula) e atenuantes para outros. Até um bandido como o Luís Inácio Lula da Silva tem direito à ampla defesa”.

Apoio a Tasso

Ao fim da entrevista, o prefeito disse que se o senador Tasso Jereissati (PSDB) se candidatar ao Governo do Ceará, terá o seu apoio. “É importante que o PSDB tenha um bom candidato”.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *