Política

Sem Camilo, 1º debate tem clima quente e críticas de Ailton a adversários

Mesmo sem o governador e candidato à reeleição, o debate teve momentos bem quentes. Puxados, sobretudo, por Ailton Lopes (Psol). Conforme havia antecipado ao Blog Política, ele tentou demarcar sua diferença em relação aos outros opositores. Isso ele conseguiu.

Debate na TV Jangadeiro

Debate entre os candidatos ao governo do Ceará, na TV Jangadeiro. (Foto:Fabio Lima/O POVO)

A dúvida é sobre a eficácia desse tipo de postura. Agressividade em campanha costuma ser até eficaz para tirar voto dos adversários, mas costuma aumentar a rejeição de quem bate.

De todo modo, rendeu momentos bastante quentes. No começo, o General Theophilo até tentou ser conciliador. Quando o candidato do Psol fez críticas à concepção do tucano para a segurança e o comparou a Moroni Torgan (DEM), o General respondeu com elogios a Ailton e às ideias. Mas, daí, o clima esquentou muito.

Quando Ailton criticou o General por não conhecer personagens do partido onde está, Theophilo respondeu: “Não sou político experiente. Você já está dentro dessa sujeira há muito tempo”.

Quando Ailton foi questionado pelo General sobre ajuste fiscal, o tucano disse que não se satisfez com a resposta. Ao que Ailton disse que ele não se satisfez porque não presta atenção.

Já Hélio Góis (PSL), confrontado sobre a postura de parlamentar do partido acerca de agrotóxico, disse: “Ele não sou eu”. A seguir, disse que Ailton também não deve ser responsabilizado pelo “primeiro prefeito do Psol”, acusado de improbidade. Numa referência a Edmilson Rodrigues, ex-prefeito de Belém.

Hélio disse ainda que “comunista gosta de dinheiro”, ao que Ailton respondeu que o adversário “sabe debater apenas na base da provocação”.

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *