Política

Mulher com dificuldade de locomoção é orientada a justificar voto mas não aceita e sobe escadas

1454 1

Por Matheus Facundo

Elissandra Perote, 40, chegou para votar no Colégio Branca Carneiro de Mendonça, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, e se deparou com dificuldades para exercer seu voto. Ela tem dificuldade de locomoção e precisa se mover com muletas e, na escola, não há elevadores.

Por conta da logística, a mulher foi orientada por funcionários a justificar mas ela fez questão de vencer os obstáculos e subiu as escadas com ajuda.

 

Recomendado para você

1 comentário

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *