Política

“Não tenho controle se empresário faz isso”, diz Bolsonaro sobre WhatsApp

14342 4

Jair Bolsonaro sugeriu que esquema irregular via WhatsApp seria organizado pela “esquerda” (Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agencia Brasil)

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, respondeu agora há pouco reportagem do jornal Folha de S. Paulo que revelou compra milionária de pacotes de disparos de mensagens em massa contra o PT via WhatsApp por empresários.

Em entrevista ao site “O Antagonista”, Bolsonaro negou participação no esquema e disse “não ter controle” sobre este tipo de atitude vinda de seus apoiadores. “Eu não tenho controle se tem empresário simpático a mim fazendo isso. Eu sei que fere a legislação. Mas eu não tenho controle, não tenho como saber e tomar providência”, disse.

O candidato levantou ainda suposição de que o esquema tenha sido orquestrado por grupos ligados à Fernando Haddad (PT) para “complicar” sua candidatura. “Pode ser gente até ligada à esquerda que diz que está comigo para tentar complicar a minha vida, me denunciando por abuso de poder econômico”.

Em sua página no Twitter, Bolsonaro voltou a negar envolvimento nas irregularidades, classificou a ação como “apoio voluntário” de empresários e disparou novas críticas contra adversários na disputa. “Apoio voluntário é algo que o PT desconhece e não aceita. Sempre fizeram política comprando consciência”.

De acordo com a reportagem da Folha, diversos empresários estão comprando pacotes de disparo em massa, de olho em fazer uma grande operação na semana anterior ao segundo turno. A prática viola a lei eleitoral, uma vez que seria uma forma de doação de campanha por empresas, o que é ilegal.

Além disso, a prática é considerada caixa 2, uma vez que os repasses, de até R$ 12 milhões, não foram declarados. Segundo a folha, uma das compradoras de pacotes seria a Havan, que já foi alvo de ação da Justiça por coagir empregados a apoiar o candidato do PSL. Os contratos seriam para o disparo de centenas de milhões de mensagens.

mais informações em instantes

Recomendado para você

4 Comentários

  • Verônica Pontes disse:

    O homenzinho é inocente e ái de quem falar mal dele.
    Se liga, STF, pois a batata do supremo está assando. Espere pra ver o que o
    presidente capitão honestíssimo preparou para vocês, da suprema corte.
    Para nós do povo, não restará nem direito de choro. Para vocês, talvez o capitão permita
    resmungo.

  • Paulo disse:

    Acabei de assistir um “disparo” desses num vídeo do YouTube, inclusive era uma propaganda eleitoral do Haddad, onde posso denunciar também? Recebo diariamente nas redes sociais centenas de postagens de ambos os candidatos. Tem que impugnar todos os principais candidatos e então nos resta o Cabo Daciolo kkkk.

  • Francisco André disse:

    A Folha é declaradamente de esquerda e usa artimanhas pra tentar de qualquer forma desqualificar o deputado pois sabem que ele ganhará as eleições e a Folha perderá milhões em publicidade assim como a Globo

  • Gregório Oliveira disse:

    Nos Estados Unidos, Michael Cohen, advogado de Donaldo Trump, alegou ter pagado, do próprio bolso, US$ 130 mil pelo silêncio da atriz pornográfica Stormy Daniels, que afirmou ter tido um caso com Donald Trump. Como o pagamento ocorreu à época das eleições, a Justiça americana entendeu que se configurou crime eleitoral e, por isso, o dito advogado está agora sendo processado. Aparentemente, já fez até acordo de delação premiada.
    Por aqui, vamos ver qual será a decisão da Justiça. Torçamos para que a punição seja rápida e justa.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *