Política

Reitor diz que cortes ameaçam inviabilizar UFC e fala em “golpe”

7623 42

Reitoria da UFC lançou nota contra cortes do MEC (Foto: Evilázio Bezerra/O POVO)

A Universidade Federal do Ceará (UFC) lançou nota nesta terça-feira, 7, questionando cortes milionários promovidos pelo Ministério da Educação (MEC) no ensino superior. Intitulado “Um orçamento justo para bancar a excelência”, o documento destaca “graves efeitos” que a medida trará para as atividades da instituição.

“Carentes de qualquer explicação por parte do MEC, ignoramos o que parametrizou a drástica medida (se é que se utilizaram parâmetros, além do viés ideológico)”, diz a nota, assinada pelo reitor da UFC, Henry Campos. Anunciados na última semana, cortes na educação chegam a até R$ 108 milhões para unidades federais no Ceará.

Deste total, R$ 46,5 milhões bloqueados seriam apenas para a manutenção da UFC, uma redução de 30% do total disponível. “De fato, é a população inteira que será apenada, e isso nos leva a conclamar a sociedade, através de suas representações mais legítimas, para a se mobilizar contra o golpe que ameaça inviabilizar a Universidade”

No documento, o reitor destaca que os cortes ocorrem sobre orçamento do ano passado que já havia sido “longamente discutido e aprovado” pelo Congresso. “Foi com base nesse orçamento que assumimos compromissos externos, enquanto, internamente, projetamos os próximos pasos da nossa expansão, dos investimentos na qualidade do ensino”, diz.

“Com seus 43 mil alunos, 118 cursos de graduação e 116 de pós-graduação, a UFC agiganta-se no cenário das instituições federais de ensino superior”, prossegue. Henry Campos destaca ainda avanços da UFC em avaliações de ensino e “rico histórico de prestação de serviços” da faculdade.

Leia a íntegra da nota:

Um orçamento justo para bancar a excelência

A informação de que as universidades federais brasileiras sofreriam corte de 30% em seu orçamento (grifos d0 autor) gerou inquietação e revolta na comunidade acadêmica, bem assim nos setores da sociedade atentos à importância estratégica dessas instituições. Na Universidade Federal do Ceará, sabemos dos graves efeitos que a medida trará a nossas atividades de ensino, pesquisa e extensão, todas elas dimensionadas a partir de uma dotação orçamentária longamente discutida e aprovada pelo Congresso Nacional.

Foi com base nesse orçamento que assumimos compromissos externos, enquanto, internamente, projetamos os próximos passos de nossa expansão, dos investimentos na qualidade do ensino e no avanço das pesquisas e da inovação. Hoje, carentes de qualquer explicação por parte do MEC, ignoramos o que parametrizou a drástica medida (se é que se utilizaram parâmetros, além do viés ideológico que ela claramente carrega).

Também desconhecemos quem assumirá o ônus pelos compromissos que deixaremos de cumprir, pelos sacrifícios que sofrerão nossos bolsistas, pesquisadores e os agentes que levam a Universidade para o interior das comunidades pobres. De fato, é a população inteira que será apenada, e isso nos leva a conclamar a sociedade, através de suas representações mais legítimas, para se mobilizar contra o golpe que ameaça inviabilizar a Universidade pública, gratuita e de qualidade.

Com seus 43 mil alunos, 118 cursos de graduação e 116 de pós-graduação, a UFC agiganta-se no cenário das instituições federais de ensino superior, um conjunto de 65 universidades que oferecem contribuição essencial para o desenvolvimento do País.

Em anos recentes, aprimoramos nossa concepção educacional e reforçamos o status da UFC como equipamento social. De forma contínua, ampliamos o número de cursos, assim como o de alunos matriculados e formados.

Ao mesmo tempo, aprovamos uma política de inovação e propriedade intelectual, que veio reforçar nossa posição como geradores de produtos de conteúdo tecnológico. Em 2018, através do Programa de Internacionalização (PRINT), a CAPES chancelou a UFC como universidade de excelência em nível mundial.

Profundamente vinculada à sociedade, nossa instituição tem um rico histórico de prestação de serviços, que começa no trabalho do complexo hospitalar e se espraia por todos os municípios do Ceará, graças à atuação de seus oito campi e de um gigantesco programa de extensão.

Sob qualquer perspectiva, a Universidade Federal do Ceará sobressai por sua imprescindibilidade em um Estado pobre, carente de mão de obra qualificada e altamente dependente do conhecimento técnico gerado em outras latitudes. É nesse contexto que atua uma das maiores e melhores do País, referenciada pela excelência, por seu papel social, pela contribuição para a superação dos graves problemas que afetam o Nordeste brasileiro.

Essa instituição não pode ser apenada no âmbito de um reordenamento orçamentário que surpreende, acima de tudo, por se voltar contra o ensino de qualidade, o progresso científico e tecnológico, a inteligência.

Henry de Holanda Campos

Reitor da Universidade Federal do Ceará

42 Comentários

  • Fernando disse:

    Muito fácil, pro atual reitor, por o corpo discente e docente na frente da midia, como cenário para comoção da sociedade ou rejeição ao governo federal, quando o certo é arregaçar as mangas e trabalhar, usar a criatividade e ajudar a instituição a se manter, cortar gastos desnecessários, aproveitando a situaçao e enxugar a instituição, para um corpo docente de excelência como o da UFC será fácil resolver isso e até contribuir para que outras universidades sigam o exemplo. Mas tem de deixar o viés ideológico que permeiam alguns centros e tentam dominar a UFC, de lado, para que não haja uma implosão ou seja a própria UFC caia de qualidade por sua própria culpa, sendo por comodismo ou má administração, Boa sorte UFC ! Apesar do viés ideológico da ineficiência que permeiam a instituição, existem aí grandes quadros que não medem esforços para mante-la ativa entre as melhores do País, quiçá do mundo.

    • rangel brasil disse:

      Moro no BAIRRO Benfica, todos os horários em que você “TRANSITAR” no Shopping Benfica ou na pracinha da Gentilândia e na praça do PV, vai ver muitos UNIVERSIOTÁRIOS conversando ou paquerando (gaseando) aulas o dia INTEIRO. Enquanto a FACULDADE morre a minguá. Querem comprovar? Porque você não passa lá? A noite a partir da 17hs., vão testemunhar tanto “estudante” ocioso madrugada adentro. Vá e comprove. viu?

      • Miguel Peres disse:

        Talvez vc nunca tenha sido universitária, porque se fosse saberia que o aluno escolhe as cadeiras do curso que pretende cursar, logo não existe um padrão continuo de horário a ser seguido. Isso é mentalidade de quem nunca saiu do ensino médio.

      • BRENO ARAUJO disse:

        Meu caro, ali em frente a Praça da Gentilândia existe uma Residência Universitária, logo o transito de alunos é frequente, além de que esse horário (17h) muitos alunos têm que se locomover ou porque precisam comer no Restaurante Universitário ou porque estudam em outro campus e precisam pegar condução. No que diz respeito aos supostos alunos “ociosos’ devo lhe informar, ainda, que o semestre acadêmico não segue um horário ortodoxo ou homogêneo; sendo assim, o aluno possui total autonomia para se matricular em disciplinas de diferentes turnos. Não sei se por burrice ou desonestidade você fale tais impropérios, mas uma coisa é certa: é notório o desprezo que tem pela educação… E mais: ainda utiliza-se de subterfúgios torpes para “justificar” o injustificável. A UFC é maior que a pequenez desse governo tirano, despreparado e amador.

  • Chora Magnífico Reitor de esquerda, kkkkkka!
    Durante a campanha presidencial, o Senhor chegou a fazer discurso contra o Regime Militar”, kkkkka!
    Agora, vais comer o pão que o diabo amassou!
    Aliás, a maioria da população brasileira já vem fazendo sacrifício, devido o nefasto legado deixado pelos governos do PT e PSDB.
    Te vira com MENOS 30%!

    • MAURO DE SOUZA LIMA disse:

      Cara, quem deve estar chorando nesta hora, são estudantes e professores que votaram no vendedor de abacate, e agora tão tudinho arrependido. Podem chorar: buaáááááááá.

    • joao f disse:

      Eita que o despeito é grande. Um dos sentimentos mais rasteiros do ser humano.

    • BRENO ARAUJO disse:

      Lamentável um comentário deste partir de um “professor”, mais lamentável ainda é ver a falta de empatia pelos estudantes pobres e de baixa renda que com tanto sacrifício lutam para se manter e permanecer na universidade. Você enquanto educador presta um verdadeiro desserviço aos seus colegas do magistério e um desserviço ainda maior para a educação, à inovação, à ciência e à tecnologia. É triste saber que existem seres tão desprezíveis como você lecionando. Você é uma verdadeira BESTA/ABERRAÇÃO para a educação.

  • Chico Caucaia disse:

    Vamos prestar contas desta dinheirama toda
    Orçamento maior que 90% dos municípios do estado.
    Vamos economizar

  • Caro Ministro,

    O Sr. Cid Possuem uma vasta experiencia em politica e Governo, e vez bom governo quando estava á frente, já o sr. precisa primeiro antes de falar qualquer coisa precisa conhecer a pessoa, oque ela fez de bom na politica e sua capacidade, intelecto, que ele tem de sobra diferente do suas notas ( historio ).

  • Ewerton Caetano disse:

    Primeiro não é corte, mas contingenciamento, ou seja, retenção temporária de recursos. Segundo, o contingenciamento não é só no ensino superior, mas afeta praticamente todas as despesas discricionárias do MEC (as obrigatórias, como folha de pagamento e refeições estudantis, não foram afetadas, entretanto). Terceiro, o contingenciamento é uma determinação do Ministério da Economia que atingiu todas as pastas do governo, necessária por causa da queda na arrecadação (o país está quebrado, big news). Quarto, se o reitor não consegue manter a universidade funcionando, que ele se mova e vá até Brasília mostrar ao MEC e ao Paulo Guedes uma planilha de custos que comprove tal impossibilidade e, assim, negociar alguma solução. Quinto, tão logo a Nova Previdência seja aprovada, o contingenciamento será removido e o orçamento do MEC voltará ao normal.

    • MAURO DE SOUZA LIMA disse:

      Esse Ministro, além de incompetente, agora é chantagista? Porque condicionar a suspensão do corte, a aprovação da Reforma da Previdência, não passa de uma CHANTAGEM barata. Que governinho sacripanta, este.

      • Ewerton Caetano disse:

        Não e chantagem. É fato. Sem a Nova Previdência o Brasil desce sem freios a ladeira da recessão, do empobrecimento e da quebra do estado. Então os cortes serão reais, ou seja, definitivos.

    • Meu amigo, não sei se leu, mas o próprio presidente admitiu que os cortes (que você chama de “contigenciamentos”) são se natureza puramente ideológica e que, sim, ele vai mirar nas universidades que “formam militantes apenas”, essas foram as palavras usadas por ele. Além disso, o MEC não deixou claro que parâmetros foram utilizados para justificar esse corte, deixando notório a motivação pessoal do “presidente” e o desprezo que o atual “gestão” federal tem pela ciência. O fato é que nada justifica tamanha ofensa à educação, ainda mais nesse cenário de aprovação da Reforma da Previdência, onde o governo claramente usa de chantagem, barganha e cabresto para aprovar a todo custo suas reformas anti-povo. É lamentável que a educação seja penalizada pelo despreparo de quem não sabe governar. E pior: que sucumba aos caprichos de um presidente envaidecido e estulto.

  • Carlos disse:

    Verdade!o problema parece que é prestação de contas errada ! Temos que aprofundar essa notícia ver se é verídica .

  • Christiano Pamplona disse:

    Cobre com os desvios milionários que a PF descobriu !! Tem que botar dinheiro na alfabeticao e ensino médio , a UFC não é tudo isso captem dinheiro privado em contrapartidas de projetos !!!

  • JOÃO disse:

    Tudo pra esquedista é golpe ! Que saco ! tem muita malandragem em universidade pública, todo mundo que estudou em uma sabe !!! cito: professores efetivos que parecem “Reis” e mal pisam nas universidades, corpo de servidores preguiçosos e ignorantes, dinheiro mal alocado em “projetos de professores”, sem nenhum tipo de retorno, gasto de necessário que saltam aos olhos !!! utilização inadequada do espaço público universitário … está na hora sim, desse “povo” ter a “orelha” puxada. O correto era acabar com universidade pública e começar a cobrar logo, pois não há pobres e humildes na maioria dos cursos, principalmente em direito ou medicina, sendo matéria de jornal quando isso acontece !

  • CARLOS disse:

    Golpe, esses Esquerdalhas não se mancam , golpe é as Universidades publicas ficarem Formando Zumbis Esquerdalhas e a maconha rolando a Vontade , isso sim é Golpe contra a Familia Brasileira, achando que seus Filhos Estão adquerindo Conhecimento acadêmico , e não sendo transformado em comunistas por conta de ideologia.de um bando de professores Esquerdalha.

    • BRENO ARAUJO SOARES disse:

      Você lê o que você mesmo escreve? Parece que o zumbi aqui é você, idiotizado, mediatizado pelas mídias e redes sociais. Até onde vai a estupide humana quando se trata desse fetiche pelo “comunismo” e pela suposta “ameaça’ que ele representa? Vocé é o típico ‘cidadão de bem” que defende a família, a moral e os bons costumes, mas que não sabe estimar o valor da educação; da educação, inclusive, que falta a você pela burrice ao escrever, pela burrice ao se posicionar, pela burrice por acreditar em narrativas fantasiosas. O fato é que o atual presidente é um completo idiota, não sabe governar e ainda assim consegue convencer pessoas de mente fraca como a sua. Você lave a boca antes de falar das universidades, pois são elas que produzem o conhecimento que lhe falta. Querem que voltemos à Idade das Trevas, mas não vamos regredir! Lutar e resistir todos os dias à pessoas como você será um exercício constante, pois só o conhecimneto liberta da ignorância. Você é uma besta, uma aberração mediatizada, um perdido que ouviu o galo cantar e não sabe aonde. Que péssimo dia para saber ler!

  • Claudio disse:

    KKKKKKKKKKK chora mais, comuna. Acabou a farra de vocês, agora só vai ter dinheiro pra gastar efetivamente com os alunos.

    • FRANCISCO BELCHIOR disse:

      Tô começando a gostar do Bolsonaro.
      Bota pra lascar presidente.
      Que quero ver os couros dos “bolsomicos” ardendo.
      Só lamento por aqueles que não votaram nesse desgoverno.

  • Paulo Rocha disse:

    Esse povo todo que é a favor dos cortes na UFC, não teve a capacidade de passar no vestibular da federal, e ver como é estudar numa boa Universidade Pública. Certamente são alunos de universidades privadas, eleitores desinformados e mal formados.

    • Anonimus disse:

      Esse povo que é a favor, são pessoas que trabalham muito e fazerm curso à noite porque boa parte dos cursos é de manhã, ou seja, para quem não faz nada na vida(como você por exemplo) que é bancado por papai e mamãe, mais repeito com os universitários do setor privado,
      conheço muito aluno da UFC que se formou não sabe fazer nada. Continua sendo o fracassado sustentado pela família.

  • Luiz disse:

    Um absurdo tremendo.Uma milícia corrupta, composta de bacanas hipócritas, comanda o país.Não esqueceremos, seus escroques.O povão, a massa, dará a resposta.

  • Jardel Alves Barbosa disse:

    Essa redução é um ataque a nossa sociedade. Todos saem perdendo. A Universidade tem um serviço essencial à população que é o Hospital Universitário. Com esses cortes, certamente esse serviço será afetado e aqueles que não tem como pagar por um atendimento particular, serão duramente atingidos.
    Precisamos protestar e ir pra rua pra derrubar esse governo fascista.
    Não deixemos que nos seja tirada a nossa DIGNIDADE!!

  • Erick Hunter disse:

    Içu é Gópi rsrs

  • Jaquelane Duarte disse:

    É SIMPLES, VAMOS PARA AS RUAS FAZER BALBÚRDIA, e quem veio aqui cheio de DESPEITO E RECALQUE por não ter conseguido entrar na UFC, meus Pêsames, chora na cama quê é um lugar quentinho, mas, aproveita enquanto tem, pois nem isso está garantido Genius vem administrar a UFC, cheios de ideias de igual ao seu MICO….

  • Jonathas disse:

    O corte foi arbitrário, sem avaliar as consequências. Que ninguém se engane. 30% é muito. Este governo está fazendo nada para gerar empregos e fazer o país crescer. Está apenas administrando a eterna crise chamada Brasil. Duvidamos que a crise exija 30% de corte na educação. Não vimos estudos que justifiquem cortes em certos setores da educação, de forma estratégica, que não comprometam, ou que possam serem feitas sem que inviabilize a universidade. O corte foi feito sem estudos, por isso não há lógica. O que vimos, porém, é que há bastante ideologia neste governo. Se a crise financeira exige tanto arrocho orçamentário, por que dar o décimo terceiro ao bolsa família?

  • Jaquelane Duarte disse:

    Chego a SENTIR pena de quem vem a público destilar todo o seu DESPEITO as Universidades e seus estudantes, é muita INVEJA,, quando esses BOLSOMINIOS, forem a um posto de saúde, e tiver lá um médico formado pelo método EAD, com aquele conhecimento adquirido pela internet, será hilário, só que NÃO….

  • Jonathas SM. disse:

    O bolsa família custa aos cofres públicos 30 bilhões por ano, já as universidades custam 1 bilhão por ano. Mesmo assim, o BOZO prefere conceder, criar, o décimo terceiro do bolsa família e cortar 30% das verbas das universidades.

  • Elvira Rios disse:

    Salários milionários nada diz..servidores que não servem.

  • Flávio disse:

    Polícia Federal (PF) investiga o envolvimento de servidores públicos, ex-servidores e empresas em diversos crimes, incluindo fraudes de licitações e na execução de contratos da Universidade Federal do Ceará (UFC). Até o momento, foi apurado um desvio de aproximadamente de R$ 6,8 milhões da instituição de ensino, sendo cerca de R$ 2 milhões de verbas destinadas ao pagamento de refeições nos restaurantes universitários da UFC. As outras irregularidades se relacionam à contratação de eventos e manutenção de instalações da universidade. Fonte: DN

  • CARLOS disse:

    Golpe é ficar usando dinheiro publico nas Universidades, com Oficinas da Siririca, da masturbação Feminina, como dá o Caneco sem Sentir Dor, 2016 Foi Golpe, para enaltecer a ideologia Esquerdalha, isso sim é um verdeiro Golpe com o Dinheiro do Povo brasileiro, fora que a grande maioria das universidades não conseguem comprovarem os Gastos de 30 % do que foi Gasto, e ainda reitores envolvidos em falcatruas , tem até Reitor foragido da justiça.

  • Miguel Peres disse:

    Essa medida corrupta do ministro da educação visa somente favorecer os donos de faculdades particulares. Prejudicar as universidade federais para obrigar a população a pagar caro pelo ensino superior.

  • Carlos disse:

    Tudo que esse governo fizer os petista que estavam mamando sem trabalhar e fazendo farra com nosso dinheiro é normal estarem criticando. Infelizmente nossas universidades foram transformadas no verdadeiro absurdo não estudam só fazem política e todo tipo sacanagem rola muita droga!!

  • Rafael Soares disse:

    Esses Bolsominions são tão tapados que eles levam chibatada e defendem dizendo que merecem! Deixem de ser tão burros e preguiçosos e vão checar as baboseiras que vocês recebem e engolem sem nenhuma crítica. Se tivessem botado os pés na Universidade (quiçá na escola básica) não estariam falando tanta besteira. Tirem o ódio do coração e admitam que fizeram m*rda elegendo esse energúmeno.

  • André Carneiro disse:

    Já fui professor universitário de ciências da computação, lá articulei muito para criar uma disciplina de projetos, uma disciplina onde os alunos desenvolveriam uma necessidade do mercado. Sabe porque não foi aprovado? Não é interesse da faculdade, muito menos de parte dos alunos! TEM DE ONDE TIRAR RECURSOS, só não querem arregaçar as mangas, quando os governos anteriores correram recursos não se falou nada. Agora estão sendo oportunistas!

  • André Carneiro disse:

    Correram = cortaram

  • O jornal não vai noticiar a investigação da PF sobre o rombo na UFC? Estranho….

    • Rafael Soares disse:

      Deixa de ser tapado que a notícia é de 2014 e o processo já chegou ao fim. Vai te informar! Povinho preguiçoso que não checa nem as notícias que recebem. Engolem tudo como boa massa de manobra que são!

  • CARLOS CASTRO disse:

    Criticas a Paulo Freire, “escola em partido”, combate do comunismo, extinção dos cursos de sociologia, filosofia e direito, corte de verbas para universidades federais, se traduzem literalmente numa forma ideológica de governar. Criticava-se que o PT era doutrinador, e isso é o que? Querem acabar com todo e qualquer pensamento crítico, que possa questionar as ações do atual governo, com procedimentos e métodos fascistas. Ou a sociedade se manifesta contraria a todo esse desmanche do que foi conquistado na CF/88, ou retroagiremos aos períodos sombrios de censuras, perseguições (como ocorrem agora com o STF), ameaças e intimidações a todo e qualquer individuo ou instituição que se atreva a questionar o atual sistema de doutrinação e poder.

  • Pedro disse:

    Uma grande auditoria deveria ser aberta urgente,todas as universidades para descobrir as altissimas verbas dos contribuintes,para essas facukdades publicas que servem somente,para alienar,diutrinar e idiotizar jovens.Formandos pessimos profissionais e outros pertubados mentais ,devido a ideolgia do Marxismo Cultural, do comunismo,socialismo,fabiano,gramscista,anarquista. Valeu Ministro da Educação. Esses antros de deseducação,anarquia e bagaceira, precisam sofrer um choque de realidade

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 1 =