Política

Juízes federais do Ceará querem que Moro seja excluído de associação

3682 3

(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Três juízes federais cearenses estão entre os 30 magistrados que assinam representação pedindo que a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) exclua o ministro Sergio Moro dos quadros da entidade.

Subscrevem a carta à Ajufe Ricardo José Brito Bastos Aguiar de Arruda (Quixadá), Sérgio de Norões Milfont Júnior (Sobral) e Jorge Luís Girão Barreto (2ª Vara de Fortaleza).

Enviada à organização nessa segunda-feira, a mensagem requer ainda que a Ajufe apure em que circunstâncias teriam se desenrolado os possíveis diálogos entre Moro e o coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol.

“Se de fato usei o termo, peço escusas”, diz Moro para o grupo MBL

As conversas atribuídas ao ministro da Justiça vêm sendo publicadas desde domingo, 9, pelo site The Intercept e agora também pela Folha de S. Paulo.

Nelas, segundo o Intercept, que obteve as informações de fonte anônima, estaria caracterizada uma colaboração indevida entre o ex-juiz e o procurador da Lava Jato no caso de Lula.

Logo após a divulgação das mensagens, a OAB pediu o afastamento de Moro e Dallagnol de suas funções.