Radar do Comércio

Consumo consciente: conheça o guarda-roupa cápsula

Cabides com blusas e calça, representando um guarda-roupa cápsula

A chave para montar um guarda-roupa cápsula é conhecer bem o próprio estilo e ter peças versáteis que combinem entre si de diversas formas (Foto: Canva)

Alternativa para uma vida mais simples e sustentável, o guarda-roupa cápsula aposta em peças versáteis e que transmitem personalidade

Sem dúvidas, os últimos meses fizeram muita gente repensar o estilo de vida. Entre as escolhas que as pessoas parecem mais propensas a fazer a partir de agora, estão levar uma vida mais simples e sustentável, mudando seus padrões de consumo. Essa transformação afeta também a forma como as pessoas se relacionam com a moda, e uma opção que vem ganhando adeptos há alguns anos pode ajudar quem quer mudar de comportamento: é o guarda-roupa cápsula.

De acordo com Denise Tavares, instrutora de moda do Senac, esse é um guarda-roupa que tem poucas peças e que elas combinam entre si, de forma versátil. “Não existe um número exato, padrão, de peças, isso depende muito do que vai funcionar pra você. Normalmente, varia entre 30 e 60 peças”, explica.

LEIA MAIS | Programação cultural da semana tem atrações online para todos os gostos

Além disso, as roupas precisam combinar com o estilo da pessoa. Essa é a primeira dica para quem quer montar um guarda-roupa cápsula: “definir seu estilo, se é mais romântico, moderno, básico, quais as parte do corpo que você mais gosta de mostrar ou de dar uma disfarçada”, explica.

Outra coisa que precisa ficar clara é que não se trata de fazer compras. Pode ser necessário adquirir novas peças, mas esse não é o objetivo central. Pelo contrário, o guarda-roupa cápsula tem muito mais a ver com o consumo consciente, com pensar bem antes de comprar alguma coisa.

Para isso, Denise afirma que é necessário também conhecer aquilo que já possuímos. “É importante a visitar nosso guarda-roupa e saber, de fato, o que ainda faz sentido pra gente e o que não faz mais”. Ela indica separar as roupas que são mais usadas, as que nunca são usadas e aquelas que precisam de algum conserto. Assim, é mais fácil decidir o que fica e o que vai embora.

Uma das chaves para ter um guarda-roupa cápsula é privilegiar a qualidade ao invés da quantidade. Escolher peças com boa durabilidade, que são fáceis de combinar e que realmente têm a ver com seu estilo pode criar um guarda-roupa inteligente e ainda evitar o desperdício, colaborando para um mundo mais sustentável.

Para quem quer aprender mais sobre o assunto, a dica é o workshop Como Montar um Guarda-Roupa Cápsula, que acontece online no dia 10 de julho, às 18h, como parte do Digital Pensando Moda no DFB Digifest 2020. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no link: https://bit.ly/DPMcapsula

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × um =