Radar do Comércio

Empresas apostam em estratégias de logística para crescer no novo cenário

Homem levando entrega nas costas em bicicleta/ estratégia de logística otimiza operações

Ter uma estratégia de logística bem pensada pode otimizar as operações e gerar melhores resultados para a empresa (Foto: Unsplash)

Para entrar ou se manter no mercado, gestores precisam investir na otimização da cadeia de armazenagem e distribuição 

Relacionada a processos que envolvem desde a aquisição até a distribuição de materiais, uma boa logística pode fazer diferença não apenas nos custos da empresa e nos preços finais dos produtos, mas também na satisfação dos consumidores, pois tem efeitos diretos na qualidade do atendimento. Com a transformação radical da vida e dos mercados nos últimos meses, exigindo soluções rápidas das empresas, essa área ganhou ainda mais importância e fez a diferença para diversos empreendedores, como Samuel Jacomini, da Samsfiha.

Samuel é aluno do curso Técnico em Cozinha no Senac Ceará e, sem oportunidade no mercado de trabalho devido à crise ocasionada pela pandemia de Covid-19, ele decidiu gerar renda produzindo esfirras artesanais. Devido às limitações do isolamento, apostou na divulgação via redes sociais e teve bom resultado. Já para entregar o seu produto aos clientes, enfrentou uma série de desafios.

“No começo da pandemia eu mesmo fazia as entregas, mas como também faço as esfirras e a produção é artesanal, ficou inviável. Então, contei com ajuda de amigos e parentes, mas esses não podiam se dedicar exclusivamente à essa atividade. Daí recorri aos entregadores avulsos e não tive uma boa experiência, além do custo ser alto para mim. Foi então que decidi me cadastrar em um dos aplicativos de delivery, pois apesar das taxas de operação, eles possuem toda a logística para realizar a entrega e eu posso me concentrar na produção e na divulgação da Samsfiha”, conta o empreendedor.

LEIA MAIS | Artesãos mantém viva a tradição da xilografia no Ceará

Samuel está só começando, mas no setor de alimentos e bebidas, as empresas que resistiram à crise foram justamente por investir no comércio eletrônico e no delivery, que nada mais é do que um sistema de logística voltado para atender as demandas dos clientes. Para quem está buscando otimizar a cadeia de armazenagem e distribuição em seus negócios, tendo em vista a sustentabilidade no mercado, o Senac oferta o curso de Logística nas Operação de Varejo. O aperfeiçoamento é remoto, com aulas ao vivo.

“A pandemia impôs às empresas se adequarem ao sistema de entrega e o delivery foi essencial nesse período. Muitas empresas implantaram ou ampliaram o serviço em caráter de urgência, mas esse deve ser pensado estrategicamente. É importante rever ou definir o fluxo para mitigar desperdícios, otimizar recursos e aumentar a lucratividade e os resultados da empresa”, destaca o instrutor da área de Comércio e Gestão do Senac Ceará, Jean Ricardo Gaioso.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *