Radar do Comércio

Saiba seis mitos e verdades sobre Saúde Bucal

Saúde bucal: apenas profissionais qualificados podem indicar o tratamento ideal para cada pessoa (Foto: Freepik)

Manter uma boa higiene bucal é essencial para qualquer pessoa, mas é preciso ficar atento às instruções que aparecem de forma aleatória e sem indicação de um profissional da odontologia. Você tem cuidado da sua saúde bucal de forma correta? Com que frequência você visita um dentista? 

Cuidar corretamente da boca não se trata apenas de escovação, e está relacionado a uma série de fatores que evitam problemas nos dentes, no hálito, na gengiva e na boa manutenção total dessa parte do corpo. 

No Dia Mundial da Saúde, celebrado em 7 de abril, a cirurgiã-dentista da Clínica de Saúde do Sesc Fortaleza, Nara Rios, desvenda mitos relacionados à saúde bucal e esclarece algumas dúvidas. Confira o que é verdade e o que é mentira: 

Clareamento enfraquece os dentes

Mito

O clareamento não enfraquece os dentes. O que ocorre é que durante o clareamento é comum haver uma sensibilidade em maior ou menor grau que passa após a finalização do tratamento.

Fio dental faz a gengiva sangrar

Mito

O uso contínuo de fio dental impede o acúmulo de placa, que é o responsável pelo por originar a gengivite. Portanto, na verdade, a utilização desse item de higiene bucal previne a gengivite que é a responsável pelo sangramento gengival. 

Toda cárie dói

Mito

Cáries iniciais podem evoluir até certo ponto sem dor. Quanto mais a cárie se aproxima da polpa, que é a região onde fica o nervo do dente, é mais provável que o paciente comece a sentir dor.  

A quantidade de creme dental interfere na eficácia da escovação

Verdade

Se você usa uma quantidade grande de creme dental, isso pode atrapalhaa a sua escovação, pois, em maior quantidade, ele estimula a salivação e perde-se. A quantidade ideal para um adulto é o equivalente ao tamanho de um grão de ervilha. 

Todo dente sensível tem cárie

Mito

A sensibilidade dentária pode ter diferentes origens como: retração gengival, erosão ácida, entre outras. Para saber a razão da sua sensibilidade, é necessária uma avaliação clínica com o seu dentista.

Devemos fazer avaliação odontológica a cada seis meses

Verdade

Esse período é considerado seguro, uma vez que, você tenha finalizado o tratamento anterior.  Mas atenção: apenas profissionais qualificados podem indicar o melhor tratamento para os seus dentes. Por isso, procure por um atendimento seguro para cuidar da sua saúde bucal. 

Autocuidado e bem-estar

Para orientar e sensibilizar as pessoas com informações sobre diversos aspectos da saúde, o Sesc Fortaleza, através do Núcleo de Educação em Saúde, realiza o projeto “Saúde começa em casa” com a participação de profissionais especialistas em temas como nutrição, saúde bucal, cuidados com a pele, fisioterapia e saúde mental. Promovida às quartas-feiras, a ação educativa acontece até o dia 28 de abril de 2021, por meio de Lives no Instagram do Sesc Ceará (@sescce).

LEIA MAIS | Especialistas na linha de frente da saúde falam sobre importância da vacinação

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *