Política

Com deputados acusados por colega de integrar facções, Assembleia precisa se posicionar

604 7

Da coluna:

O deputado estadual André Fernandes (PSL) fez uma grave acusação na Assembleia Legislativa. Disse que “todo dia” recebe denúncia de deputados estaduais envolvidos com facções criminosas. “Nem todos, mas alguns fazem parte desse jogo”.

André Fernandes: acusação, por ora, é vaga

André Fernandes: acusação, por ora, é vaga

É grave. Precisa ser apurado e esclarecido. A denúncia precisa ser investigada. Quer dizer que haveria, segundo o parlamentar, uma bancada das facções no Legislativo? Que as facções tem representante influenciando a aprovação de leis, a apresentação de emendas? Isso é sério, não pode ser jogado ao vento. É importante que a Assembleia Legislativa se manifeste e tome providência. Não pode ficar o dito por não dito. A Casa não pode ignorar o que foi dito em sua própria tribuna. Ou responde ou abre investigação.

Como tem imunidade, Fernandes disse que quem achar ruim o que ele disse “que se exploda”. A questão não é ser processado ou deixar de ser, mas saber que providência tomou. Limitou-se a fazer a acusação na Assembleia, de forma genérica e sem dar detalhes? Ou procurou Polícia, Ministério Público, Conselho de Ética? Fez alguma coisa? Se não, pode ficar a impressão de que talvez não passe de busca por holofotes e likes em rede social. E o é para isso que serve Parlamento.