Ancoradouro

Gays, loucos e simpatizantes

Imagem sacrílega produzida por artista italiano.

Que  se deve respeitar as pessoas em situação de homossexualidade isto é fato. No entanto, a apologia de tal prática  ou incentivo a este modo de vida é profundamente comprometedor. Um mundo gay como pensa a minoria dos ativistas desta classe seria um presságio do The End da humanidade, não precisa ser um perito para comprovar tal tese.

Contudo, uma parcela dos gays se juntam a uma outra de loucos e de simpatizantes e vez por outra fazem coisas inacreditáveis, em nome da promoção desta cultura. A última delas foi a de um artista italiano que criou um quadro de uma mulher intitulado de nossa senhora dos homossexuais. Uma sandice, pois como sabemos, a Igreja respeita os homossexuais mas de modo algum concorda com seu modus vivendi.

Por um lado, brigam por respeito enquanto de outro modo empunham a bandeira do ataque, sobretudo, à fé cristã. O respeito precisa ser mútuo para a construção de um ambiente, no mínimo, respeitoso.

Nenhum comentário

  • Berakash disse:

    A cada dia que passa se confirma a Ironia de Arnaldo Jabor:

    ”Antigamente, o homossexualismo era proibido no Brasil…

    Depois, passou a ser tolerado…
    Hoje é aceito como coisa normal…
    E vamos cuidar logo, antes que se torne obrigatório…”

    (Arnaldo Jabor)

  • Lauro disse:

    Para cada ato que é apontado como “escandaloso”, existe uma contrapartida de preconceito e violência da sociedade em relação ao homossexualismo. E o preconceito e intolerância, disfarçada de um verniz de “respeito mútuo” é percebida na mensagem, bem como nas anteriores que falam sobre o homossexualismo.
    Para cada pintura “chocante”, ou “invasão”, seria interessante se o blogueiro também noticiasse o grande número de homossexuais que são discriminados, agredidos nas ruas e mortos por pessoas sem qualquer nível de noção.
    Acredito que os cristãos primeiro deveriam cuidar das almas dos seus, pois a grande maioria das pessoas desse país são católicas. E são essas pessoas que em grande parte são responsáveis pelas misérias que encontramos todos os dias, e não as minorias.
    O blogueiro relata, ou insinua, que a divulgação da “cultura gay” iria causar o fim da humanidade. Como se a divulgação de algo forçasse a população a assumir determinada posição quanto à sexualidade.
    Se fosse desse modo, homossexuais não existiriam, pois “eles” nascem de um pai e uma mãe héteros… Não existe uma “conspiração gay” que divulga material que o blogueiro considera “imoral” e que influenciaria gerações de pessoas ao homossexualismo.
    Não é a toa que a igreja católica é tão criticada e tem seguidores que não se prestam a seguir suas doutrinas, pois vai contra a própria liberdade do ser humano. Querer salvar as “almas” ao mesmo tempo em que as molda de acordo com seus próprios critérios.

  • Dorothy disse:

    Não devemos julgar os homossexuais, pois são filhos de Deus iqual a todos, muitas vezes somos nos os pais os culpados por terem filhos homossexuais, o que temos de fazer é ama~los e respeita~los como irmãos, pois deus julga o seus filhos pelo coração e não pelas atitudes, pelo menos eles assumem que são e não ficam inrustidos como sertos homens que se casam formam familiase depois abandona os filhos esposas para viver co0m outros homens….

  • Vilmar disse:

    Filhos de Deus segundo o evangelho é todo aquele que se arrepende de seus pecados e os deixa; seja ele o adultério, o roubo, a mentira, a violência gratuita, a maledicência o… a homossexualidade. Pecado é pecado mas aquele que é cometido no corpo que Deus criou para Sua adoração é… abominação. não creem são livres para fazerem o que querem e viver assim e serem felizes desse jeito. Mas se fizerem um compromisso com Cristo e com a sua igreja através do batismo… devem viver como discípulos de Cristo. É só uma questão de lógica teológica e filosófica. Cremos e vemos todos os dias milagres, sinais e maravilhas de Deus porque cremos neste Deus maravilhoso.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 16 =