Blog do Vozão

Floresta 2×2 Ceará – Com a força das camisas

1423 34

Leandro Carvalho disparadamente foi o pior em campo (Foto: Julio Caesar/O Povo)

Mais uma partida decepcionante do Vozão. Só depois de tomar dois gols, restando quinze minutos para a partida acabar foi que o time, na base do abafa, diga-se de passagem, acordou e, graças aos dois laterais, conseguiu o empate, que dos males foi o menor.

Foi mais uma partida do Vozão feita na base do marasmo. Toque pra cá, toque pra lá, agressividade e tesão pelo gol  que é bom, nada. O time tá a cara do Ricardinho, só na cadência, sem força e velocidade (nada contra o jogador). Dessa forma fica difícil. Mas o treinador acha que não.

Conseguir empatar uma partida depois de estar perdendo por 2×0, tem quem ache vantagem nisso e fique satisfeito com o resultado devido as circunstâncias ocorridas na partida. Ok, tudo bem, e até concordo, desde que a partida tenha sido uma daquelas onde dizemos que nada deu certo. O que não foi o caso dessa partida, onde a produção e o desempenho do time passou foi longe de ser satisfatórios.

Com todo respeito ao Floresta, mas considero o resultado de empate como ruim. Time que tem como objetivo chegar a final e ser campeão não pode ter um desempenho como o que vem tendo o Vozão. Não temos um time brilhante e no ponto ideal, mas temos time para jogar bem mais do que vem jogando. E não é de hoje que venho dizendo isso aqui no blog.

Me digam onde é que está a dificuldade pra saber que com esse meio de campo formados por INHOS não tá dando certo? Que Felipe Baxola não rende jogando fora de sua posição? Que o Leandro Carvalho desde o primeiro minuto de partida já mostrava que não queria jogar, e ainda assim só foi retirado de campo nos últimos dez minutos de jogo?

É meus amigos, temos um treinador que tem se achado o “fodão”, que se acha no direito de criticar sua torcida, ficar elogiando o rival e cobrando publicamente da diretoria uma melhor estrutura na sede do clube. Talvez por estar muito preocupado com isso, tenha esquecido de fazer o que lhe cabe, que é fazer o time jogar o futebol que a gente sabe que ele pode jogar.

Ainda bem que a força das nossas camisas nos ajudaram na partida, talvez até tenha sido os deuses da bola querendo fazer algum tipo de alerta. Mas, enfim, se não mudar a atitude, temo pelo nosso futuro no Estadual e no Nordestão, pois na Copa do Brasil, com esse futebol que o time vem jogando, eu já nem crio muitas expectativas.

Pra finalizar, que Lisca trate de fazer esse time jogar, afinal, ele é o “melhor treinador do mundo”. Então, te vira Lisca, faz esse time jogar que estarei aqui esperando para elogiar teu trabalho e bater palmas para o time, mas por enquanto não está dando para fazer isso.

Confira os gols da partida.

Confira a ficha técnica da partida AQUI.