Blog do Vozão

Chapecoense x Ceará – Com seriedade

948 10

Chapecoense x Ceará – Com seriedade (Foto: Cearasc.com/Divulgação)

A necessidade por conquista de pontos é incessante, e essa necessidade vai se tornando uma obrigatoriedade na medida em que a competição vai se aproximando do final e a meta a ser atingida vai ficando mais difícil a cada rodada. Chapecoense será o adversário da vez.

Nada até aqui tem sido fácil, e não é por o adversário já estar praticamente rebaixado que deveremos achar que a partida será fácil, muito pelo contrário, se duvidar esse é o tipo de partida mais difícil de disputar.

Adilson Batista já poderá contar com os retornos de Pedro Ken e Bergson, e com isso deverá manter a base do time que vem jogando. É certo que teremos mudanças no sistema de meio campo, pois William Oliveira segue no DM e está vetado para a partida, e não será surpresa se também ocorrer mudança no sistema defensivo com o retorno de Tiago Alves à zaga.

O treinador disse que realizará mais um treino antes da partida e que só após isso definirá o time. Mas não deveremos ter uma formação muito diferente da seguinte: Diogo Silva; Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otavio e João Lucas; Fabinho, Ricardinho, Pedro Ken e Felipe Silva; Thiago Galhardo e Bergson.

É importante salientar que a seriedade tem que ser colocada na partida durante todos os noventa minutos de disputa, até porque essa é mais uma daquelas partidas que precisa e tem que ser encarada como uma decisão.

Se quisermos garantir mais uma rodada fora da zona de rebaixamento será preciso pontuar na partida. Mas se quisermos dar um passo importante no sentido de garantir a permanência será preciso vencer a partida.

Que venha a decisão de numero 6.

10 Comentários

  • Vander disse:

    Esta será a partida que encaminhará o futuro do ceará na competição. Tanto o caminho da permanência na série A, quanto para aquele camimho que o comando administrativo do ceará vem tentando levar o clube.

    Confiança é uma palavra que não existe nesse momento na imaginação do torcedor mais lúcido. Mas o desejo de permanência é inequívoco para a imensa torcida alvinegra.

    Boa Sorte! Ao grupo de jogadores e à comissão técnica. A vitória é nossa última sobrevida na competição, até mesmo, pela condição do adversário na tabela de classificação.

  • Bosco disse:

    Detesto comentar antes do jogo. Mas algo me diz que vamos fazer a nossa parte sim e vencer bem esse jogo. Tomara que o Galhardo honre o que ganha e jogue futebol. Acho que o único desfalque é o William Oliveira, mas o Pedro Ken tem entrado muito bem.

    Tomara que o mais querido já esteja de olho na contratação de um goleiro, um zagueiro, um atacante e dois laterais. O Ferro velho tinha um ótimo lateral direito, ninguém do Ceará viu ou se interessou mesmo a gente não tendo um lateral. Coisas do Robinson de Castro. Hoje esse jogador está no Bragantino.

    Gostaria de ver Ceará e Fortaleza disputando o estadual com um sub 23 sem essa de um enrolar o outro colocando jogadores experientes. É para ver se aparece alguém da base que possa ser aproveitado pelos dois.

  • Dragão Alvinegro disse:

    Não precisávamos ter um time excelente para ganhar um jogo como esse contra a Chapecoense. Bastava termos um time bom, com jogadores de um nível melhor. Podemos até dominar o jogo, como já fizemos várias vezes na competição, mas não termos competência para ganhar, simplesmente por não sabermos colocar a bola pra dentro. A diretoria passou o ano enrolando e não contratou um jogador que saiba fazer gol. Vamos torcer pra que aconteça um gol contra da Chapecoense ou que o Wiliam Popp entre no final e consiga fazer o gol da vitória. As nossas esperanças são essas, pois a nossa medíocre diretoria só nos deu essa condição, lutar por imprevistos e zebras. Se o time ganhar, pra mim, será uma surpresa. É muito triste para um torcedor chegar a uma conclusão como essa, mas fazer o que? Torço muito para não cairmos, pois será um desastre e uma humilhação para a torcida alvinegra, mas é a única coisa que posso fazer. Lamentável! Desencorajador! Vamos lá, atletas alvinegros! Muita luta, muita garra, coração na ponta da chuteira, profissionalismo e muita vontade de ganhar.

  • João Pedro disse:

    Stela, Flu e Cruzeiro jogam dentro de casa e devem ganhar seus jogos (Cruzeiro pega o fraco Avaí na segunda-feira). Teremos os jogos mais difíceis pela frente em comparação com nossos adversários. Pegaremos São Paulo, Corínthians, Athlético-PR, Flamengo fora (eita pau!) e o Botafogo, nosso maior concorrente, no último jogo, lá no RJ.

    Portanto, temos que vencer este jogo contra a Chape de qualquer maneira, ou a coisa ficará muito difícil. SA!

  • Eduardo disse:

    Nas minhas contas esses 3 pontos são obrigatórios, do contrário vai pro saco. Não há desculpa pra não vencer. Parece que pra esse time do Ceará, o próximo compromisso sempre será o mais difícil. Cadê aquela postura decidida de quem tem confiança? Os jogadores são reticentes e adoram sair pela tangente, indo pro lugar comum, quase que indiferentes. Procuram sempre uma desculpa esfarrapada pra justificar os insucessos. Isso enche o saco. Espero que sejam aguerridos, não se omitam e não venham com lorota de ansiedade. Enfrentar a Chapecoense nessa situação (19a colocada e com rebaixamento certo) e não vencer significa, pra mim, que iremos jogar contra eles no ano que vem. Mas tenho muita fé e rezo pela nossa vitória.

  • Dragão Alvinegro disse:

    Ouvi hoje mais uma entrevista do Adilson Batista. Cada vez que ouço, fico mais impressionado com a tranquilidade e com o conhecimento de futebol que ele demonstra ter. Agora, formam um elenco mambembe e querem que um treinador com 40 dias de trabalho faça um time de futebol jogar. Contratem um treinador desse nível, façam um planejamento, uma pré-temporada e entreguem bons jogadores em suas mãos e a torcida verá o que ele pode fazer. Posso até me enganar, mas de muitos treinadores que passaram ultimamente por aqui, penso que o Adilson é disparadamente o melhor. Peguem um jogador de futebol e coloquem ele em campo para jogar aos 40m do segundo tempo. O que ele vai fazer? Muito pouco. É a mesma coisa que fizeram com o Adilson Batista. O Adilson fala sem esnobação, sem querer ser o sabichão, mas fala com a convicção de quem entende do riscado. Seria bom que o Ceará permanecesse e procurasse manter o Adilson para formar o time para 2020, mas, apesar de torcer muito, não sei se isto acontecerá, infelizmente. Penso que a diretoria dessa vez conseguirá o seu intento.

  • oliveira disse:

    Nao se coloca chico e felipe cardoso em campo impunemente.

    Os deuses da bola nao perdoam.

    Ainda nao acabou o jogo mas só uma virada bastante improvavel muda o destino desse jogo que será uma derrota do Ceará. O jogo mais fácil da reta final foi entregue de bandeija pela mula do entregador de camisas.

    E se esse milagre nao acontecer vamos cair

  • VOZAO disse:

    Deu não xiii foram só entregar o jogo perigo perigo não tem sentidoooooooooooooooooooooo

  • Laerte Ferraz disse:

    Com 2 técnicos insistindo com Chico fica fácil deduzir que o amante dele faz parte da diretoria.

  • Luciano Alencar disse:

    O que está havendo que os comentários não aparecem?

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *