Blog do Vozão

Ceará 1×1 Pacajus – Nem bom, nem tão ruim

213 2

Felipe Baxola marcou de pênalti para o Vozão (Foto: Stephan Eilert/Cewarasc.com)

Após um longo tempo parado por conta da pandemia a bola voltou a rolar pelo Campeonato Cearense, e o Vozão aproveitou para colocar em campo seu time alternativo.

Claro que mesmo atuando com uma equipe praticamente formada por garotos da base a expectativa era de vitória, mas para quem também tinha como objetivo observar o rendimento dos garotos, no geral, dentro do meu ponto de vista, creio que o desempenho foi satisfatório.

Se por um lado os meninos não jogaram um futebol capaz de vencer a partida, por outro lado não mostraram um futebol que o levassem a sair de campo derrotados, no final o resultado de empate acabou ficando de bom tamanho.

De quem mais se esperava, pouco ou quase nada se viu, casos de Felipe Baxola, Rick e, principalmente, Marthã. Baxola com a mesma displicência de sempre, Rick como sempre, muito participativo e pouco efetivo, e Marthã continua sem justificar sua contratação.

Já dos garotos o saldo foi positivo, desde a personalidade até o desempenho individual de alguns. Para Átila, David e André Magno era a primeira vez nos profissionais, enquanto Vinicius e Alessandro fizeram suas estreias com a camisa do Vozão, já Alan Uchôa e Geovane pela primeira vez puderam atuar os noventa minutos, e todos mostraram um desempenho satisfatório, com destaque para Geovane, que pra mim foi o melhor em campo.

A vitória não veio, mas o que a garotada mostrou em campo me agradou. Na quinta-feira, 06/05, o Crato será o adversário pelo Estadual, e a garotada terá mais uma oportunidade para mostrar seu valor.

Confira os gols da partida.