Leituras da Bel

Leia “lamento” e “bilhete”, textos do escritor Bruno Paulino para o blog Leituras da Bel

Por Bruno Paulino*

Foto: Tatiana Fortes/O POVO

lamento
o acaso com as cores em movimento
volúpia de amor irremediável
um pacto segredado, o medo, o mistério,
instantes que não soube ter
mandei tudo pelos ares
só ficaram os versos de uma canção brega:
– esta cidade é uma selva sem você!

***

bilhete
rezei
para nossa senhora dos poetas
pedindo que ela me inspirasse

pedindo
para você gostar
dos versos que te mando

pedindo
que você os guarde
para quando em vez
lembrar de mim

***

Bruno Paulino é cronista e aprendiz de passarinho.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *