Meu Negócio

Confira 5 dicas de como dar um feedback eficiente

Feedback

Foto: StartupStockPhotos/Pixabay

A prática é eficiente para reconhecer ações e comportamentos em função do alcance de um objetivo em comum

O feedback é feito dentro de empresas como elemento de comunicação na qual o emissor dá retorno, a uma única pessoa ou a um grupo, para revelar os pontos positivos ou negativos. Dessa forma, é possível avaliar o desempenho, trazendo transparência para o negócio.

Dados de uma pesquisa da Hubspot relataram que cerca de 43% dos funcionários mais engajados recebem feedbacks ao menos uma vez na semana e 78% dos trabalhadores afirmam que esse retorno os deixa mais motivados na execução das tarefas. Segundo o publicitário Alisson Gomes*, um feedback eficiente é importante para aprimorar e reconhecer ações e comportamentos em função de um objetivo em comum, no qual os envolvidos entendam esse momento como uma ajuda mútua.

Os benefícios de um feedback aplicado aos negócios é a transparência da informação e do espírito de desenvolvimento entre os envolvidos. “É possível economizar tempo, melhorar processos, economizar dinheiro e criar uma cultura madura de colaboração”, afirma Alisson Gomes.

Segundo o publicitário, ao não se  realizar um feedback, se perde o momento de obter riquezas de informações que muitas vezes o empresário não consegue ver de outro ponto de vista, e que podem ajudar na tomada de decisão. “Quando não se faz um feedback a empresa pode enfraquecer a relação com seus colaboradores, o que impacta no clima laboral, e tudo isso impacta na prestação do serviço, na confecção do produto, o que acaba refletindo na relação com os clientes”, observa.

Confira 5 dicas de Alisson Gomes para dar um feedback eficiente

  • Planeje o que vai ser dito: trace um roteiro do que deseja falar para evitar que perder o foco ou não falar sobre o que é necessário.
  • Seja sincero: utilize uma comunicação clara e conte como isso te afetou. Evite fazer julgamentos e outras inferências.
  • Utilize exemplos reais: sempre utilize situações que já aconteceram e faça a relação com o que você deseja reforçar.
  • Trabalhe com um Plano de Ação: mostre que você também está envolvido, que deseja a mudança de comportamento e está disposto a acompanhar.
  • Seja empático: embora seja um momento crítico para alguns, tente se imaginar no lugar do outro e compreender maneiras de desenvolvimento de quem está do outro lado.

*Alisson Gomes é analista de Relacionamento com o Cliente do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae/CE)

Veja mais sobre feedback

GUIA DE FINANÇAS PARA NEGÓCIOS

GUIA DE FINANÇAS PESSOAIS

GUIA DE GESTÃO DE PREÇOS

 

Recomendado para você