Política

A dois dias da eleição, FHC segue sem anunciar apoios

FHC já disse que “havia porta” de diálogo com Haddad. (Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil)

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) disse pelo Twitter que as notícias que o associam aos dois concorrentes ao Palácio do Planalto são falsas. Ele apenas reafirmou que não votará em Bolsonaro, mas não deu aceno a Fernando Haddad (PT), o que é esperado pelo petista.

“Há um lado horroroso do mundo novo, o da conexão: notícias fakes, com minha foto e tudo, afirmam que declarei apoio a um dos candidatos presidenciais. Mentira. O que penso declaro no Twitter e na mídia. Por ora disse que no Bolsonaro não voto e dei as razões. Nada além disso”, escreveu.

LEIA TAMBÉM: André Fernandes entra com notícia-crime contra Haddad por caso da Bíblia

Vantagem de Bolsonaro é considerável, mas Haddad pode virar onda

A dois dias do segundo turno, a declaração de neutralidade fecha caminhos para Haddad. Antes, entretanto, em entrevista ao O Estado de S. Paulo, o tucano chegou a dizer que existia “uma porta” de diálogo com o petista.

“Não sei o que vão fazer com o Brasil. O Bolsonaro pelas razões políticas está excluído. O outro eu quero ver o que vai dizer”, disse após o primeiro turno.

Nessa segunda-feira, 22, o petista telefonou para FHC em busca de apoio. Disse estar preocupado com as declarações de Bolsonaro sobre banir a oposição.

 

Recomendado para você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *