Política

Deputado eleito pelo PSL de Bolsonaro admite disputar Prefeitura de Fortaleza, se for ordem do presidente eleito

1559 8

Heitor é braço direito de Bolsonaro no Ceará.
(Foto: Reprodução/Facebook)

O empresário e deputado federal eleito pelo Ceará, Heitor Freire (PSL), afirmou nesse domingo, 28, durante comemoração da vitória do aliado, Jair Bolsonaro (PSL), que pode concorrer à Prefeitura de Fortaleza em 2020.

Isto acontecerá, diz, se o presidente eleito aprovar a empreitada. “Eu sigo ordens de Jair Bolsonaro, se ele me der essa ordem, serei sim (candidato a prefeito)”, afirmou à repórter Naiana Gomes, do O POVO.

LEIA TAMBÉM:  Vitória de Bolsonaro só não é mais acirrada do que a de Collor em 1989 e Dilma em 2014

Ciro em mensagem a Bolsonaro: não pense em violar o respeito às minorias

Também esteve presente na comemoração, no comitê de Bolsonaro em Fortaleza, na Avenida Antônio Sales, o também deputado federal eleito Capitão Wagner (Pros), cotado para concorrer a prefeito dentro de dois anos.

Dos principais opositores do governador Camilo Santana (PT), Wagner disputou o Paço Municipal em 2016, ainda no PR, quando perdeu para o atual prefeito, Roberto Cláudio (PDT). No início deste ano, o nome do ex-policial foi ventilado para a disputa do Governo do Ceará.

Recomendado para você

8 Comentários

  • Carlos disse:

    Está chegando a hora de desbancar os GFS que mandam no governador e prefeito esse só sabe fazer obras pra elite anda na periferia!sem falar em ciclovia complicando os motorista!

  • Edson Nader disse:

    Bolsonaro nem se preocupa com recalcados e idiotas

  • Julio Cesar Gadelha Filho disse:

    Capitão Wagner , vá se aquietar, meu amigo! Disputar a eleição a cada 2 anos queima mais seu filme do que melhora!
    Tente terminar esse mandato egoísta de deputado federal que depois disso o povo possa pensar em ter você como prefeito!
    Você tem meu respeito, mas está deixando de ter minha admiração a cada eleição!

  • Fernando disse:

    BRASIL EM LUTO mais uma vez, brasileiros receberam o que mereceram, erraram nas eleições do PT e agora na do Bolsonaro. Quem sabe daqui a 150 anos aprendam que quem deve comandar o país deve ter conhecimento técnico.

  • Carlos Rayner Rodrigues Alved disse:

    Vish nem chegaram ao poder já vão romper!

  • Afro disse:

    Daí pra ver o compromisso desses eleitos para com seus eleitores! Quem era PSL?

  • Francisco geosmares disse:

    Capitão Wagner mostrou sua força deu apoio ao bolsonaro sua militância foi pra rua e o Heitor sabe da vontade do capitão de ser prefeito de fortaleza e se ele já tá com esse pensamento da começando errado .

  • Luiz Carlos disse:

    Os supostos líderes bolsonarianos em nossa capital, claramente, já estão divididos: Heitor Freire com o PSL de um lado; Cap. Wagner, Eduardo Virão e os pm’s de outro; o pessoal do MBL se achando; os novos apoiadores querendo se inserir, já mirando cargos federais… Um barril de pólvora.

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =