Radar do Comércio

Turma de Moda do Senac costura máscaras para pessoas abrigadas

Turma de Moda do Senac produziu máscaras de tecido

Ao todo, 130 máscaras para doação em Juazeiro do Norte de Crato (Imagem: divulgação)

Em ação solidária, alunas e instrutora do Senac Cariri produzem e doam máscaras artesanais para idosos e pessoas vulneráveis

Empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro. E tem ficado cada vez mais em evidência, nos últimos meses, com a proliferação da pandemia provocada pela Covid-19.

Numa ação solidária, alunas e uma instrutora do curso de Moda do Senac no Cariri produzem máscaras artesanais que serão doadas para pessoas vulneráveis, alojadas no novo Vapt Vupt da Prefeitura de Juazeiro do Norte e para idosos do Abrigo dos Idosos do Crato. Ao todo, 130 máscaras serão doadas para as entidades caririenses.

Turma de Moda do Senac produziu as máscaras de tecido, material que está em falta neste período de pandemia

Maria Renata faz parte do grupo que produziu, ao todo, 130 máscaras para doação em Juazeiro do Norte de Crato (Imagem: Divulgação)

Quando as máscaras cirúrgicas começaram a faltar nos estabelecimentos comerciais, a professora Anabete Amorim e suas alunas da turma de Moda do Senac se uniram para colaborar. Cada uma começou a costurar máscaras em casa, utilizando material fornecido pelo Senac. Tecidos, linhas e elásticos que eram utilizados em aulas práticas do curso de Moda (costureira, modelista e figurinista) foram transformados em peças de proteção úteis durante a pandemia.

Para o gerente do Senac no Cariri, Cristiano Saraiva, a ideia da turma de Moda do Senac foi muito bem-vinda. “Recebemos a sugestão com muito orgulho, uma vez que o Sistema Fecomércio também levanta a bandeira da solidariedade, principalmente nesta fase que estamos atravessando. A Fecomércio ressalta sobre a importância da utilização de EPIs e dos cuidados com a educação com a segurança da higiene, como lavar bem as mãos, usar álcool 70%, higienizar os ambientes, dentre outras medidas”, declarou o gestor.

As alunas voluntárias participam da campanha Fica em Casa.“Estamos realizando esse ato com muito carinho, para tentar colaborar de alguma forma, mesmo sabendo que o ideal é utilizar a máscara cirúrgica que, infelizmente tem faltado no mercado”, afirmou Anabete. Para a aluna Maria Renata, aluna egressa do Senac Crato, a ação é uma experiência válida de prestar ajuda ao próximo. “Podemos contribuir com pessoas que não têm condições de comprar uma máscara e ajudar a se protegerem”, disse.

EPIs

A escassez de material básico nos hospitais e estabelecimentos comerciais é uma preocupação que atinge autoridades e voluntários. O Ministério da Saúde se programa, nesta semana, para distribuir 40 milhões de itens, dentre eles aventais, toucas hospitalares e luvas, para reforçar estoques de estados e municípios.

Os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) são fundamentais para que os atendimentos aconteçam de modo adequado nas unidades que acolhem os pacientes contaminados pela Covid-19.

Máscaras e luvas (de diferentes tipos), avental, gorro, óculos e protetor facial, conforme) fazem parte da lista de EPIs obrigatórios determinados por autoridades sanitárias, como o Ministério da Saúde e a Organização Mundial da Saúde (OMS), para o enfrentamento do coronavírus. Outros insumos essenciais para higienização e desinfecção são sabão e sabonete líquidos, álcool em gel à 70%, papel toalha, lenços descartáveis, entre outros.

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *