Blog do Vozão

Ceará 2×1 Fortaleza – Deu nós!

1253 36

Ricardinho e Luiz Otávio ajudaram o Vozão a sair vencedor na partida (Foto: Julio Caesa/O Povo)

Foi um Clássico-Rei  como se esperava, bem disputado e tenso até o seu final. Por mais que o Vozão tenha saído vencedor e no cômputo geral ter sido superior ao seu adversário dentro de campo, não foi fácil conquistar os três pontos. Vencer uma partida como essa tem seu grau de importância que vai muito além dos três pontos.

Indiscutivelmente o Vozão foi superior ao seu adversário na primeira etapa, fez dois gols e poderia ter feito mais gols se tivesse aproveitado o momento em que o adversário estava “grogue” dentro de campo, mas a velha mania de respeitar demasiadamente os adversário não permitiu isso. Como castigo, viu o arbitro trazer novamente o adversário para o jogo, e segunda etapa acabou sendo mais equilibrada.

Mais uma vez vi na aplicação tática dos jogadores em campo um fator primordial para a conquista da vitória, e é aí que preciso tirar o chapéu para Enderson Moreira, que mais uma vez soube armar seu time de maneira a ter exito na execução da estrategia traçada para a partida.

Outra coisa que não posso deixar de relatar é com relação as atuações de Ricardinho e Felippe Cardoso, ambos têm tido suas atuações bastante questionadas por parte da torcida, no qual me incluo entre esses. Os dois jogaram muito e, a meu ver, vale o registro.

Quanto a Felippe Cardoso, preciso dizer uma coisa: Não fui favorável a sua contratação, mas pelo que esse cara tem lutado em campo, por mais que sua qualidade técnica não seja das melhores, a cada partida ele vem ganhando meu respeito e minha admiração. Espero que possa continuar assim, pois tenho certeza que nos ajudará muito a conquistar o objetivo pretendido na competição.

Por mais que um ou outro jogador se destaque individualmente durante as partidas, nota-se claramente que o coletivo tem sido o ponto forte do time, com cada um cumprindo bem sua função na hora precisa, como foi por exemplo, o caso do goleiro Diogo Silva, que fez uma defesa importantíssima, evitando o gol de empate do rival.

Fiquei satisfeito, mas não totalmente feliz. Satisfeito por ter vencido, e um pouco chateado por o time não ter aproveitado a moleza que foi o primeiro tempo e tornado o jogo tenso em seu final.

Superando todos os obstáculos possíveis, deu nós.

Clássico-Rei se vence assim, com muita luta em campo.

Mais três pontos somados para nós, menos três pontos somados para um adversário direto.

Confira lances da partida.

Confira a ficha técnica da partida AQUI.

Confira os bastidores da vitória do Vozão AQUI.