Blog do Vozão

Ceará 0x0 Arsenal – Ressaca mental

225 5

Bruno Pacheco foi um dos poucos que se salvou na partida (Foto: Felipe Santos/Cearasc.com)

Apresentando um futebol bem abaixo dos últimos jogos o Vozão acumulou mais um empate na Copa Sul-Americana, mas segue dependendo apenas de si para avançar de fase.

Mesmo sem fazer uma boa partida o Vozão teve nos pés de Mendoza e Lima oportunidades para vencer a partida, mas acabou não aproveitando as chances.

Time se mostrou completamente sem inspiração, sem força, sem nada, e o empate acabou sendo lucro, graças a defesaça de Richard nos minutos finais da partida.

Individualmente vários jogadores não estiveram bem, Mendoza o pior deles, totalmente desconcentrado na partida, errou só tudo. Pior partida dele até aqui. Aliás, não é de agora que Mendoza vem deixando a desejar. Tem bola, mas precisa querer jogar.

Outro que no meu entendimento também não esteve bem foi Guto Ferreira. Guto fez uma leitura de jogo equivocada, demorou fazer as alterações no time, e quando fez as alterações acabou fazendo de forma errada.

Quase nada esteve bem, nem dentro, nem na borda do campo.

Se o resultado lá na Bolívia diante do Bolívar na rodada passada poderia ter sido melhor, diante do Arsenal podemos dizer que o resultado poderia ter sido pior.

Enfim, desempenho ruim, resultado péssimo, mas seguimos dependendo apenas de si.

Que essa ressaca mental não dure muito.

Confira lances da partida.

5 Comentários

  • Dylvardo disse:

    Ressaca mental nada, é ruindade mesmo. Péssimo resultado esse empate contra o Arsenal de Quixadá.

    Menos mal que não perdemos, porque o visitante jogou para ganhar, e quase conseguiu no final da partida. Nosso time jogou para não perder. Não acreditou que pode ser grande. 3 jogos seguidos tentando não perder. Conseguiu o que desejava. Não entendi foi nada. O Ceará se não se classificar para a próxima fase, o que é o mais provável, tem toda a culpa. Jogou 3 partidas, ou 270 minutos, sem fazer um único gol. Não precisa se falar mais nada.

    Elenco fraco para o Brasileirão. Contratações sem surtir muito resultado. As duas melhores vieram do maior rival, Marlon e Gabriel. Por aí já dá pra imaginar o nível. Disdigo o que já disse: Mendonza é um cavalo paraguaio. E o Johnny Gonzales, muito, mas muito ruim. Se o objetivo do ano é se manter na série A, pode começar a procurar jogadores de qualidade no mercado. O craque é aquele jogador que não se esconde em campo, que não se omite, mas ao contrário, o que busca o jogo, e que se destaca e às vezes decide até sozinho num jogo importante ou decisivo. Jogar bem contra o Caucaia é um pão. Quero ver jogar bem é contra o Bahia na final do Nordestão, ou contra o Arsenal de Quixadá numa partida vital, para as nossas pretensões. Será que temos esse craque?

    Já o entregador de camisa é um medroso. Escala mal e demora muito pra mudar. Time tem que tomar um gol, o que felizmente não aconteceu, ou esperar até chegar pelos 25 minutos do segundo tempo, o que aconteceu, para ele tentar alterar alguma coisa. Muito tarde. Não sabe fazer a leitura de jogo. Faz tempo. Aí vem outra mudança somente aos 85 minutos, quando já não dá tempo pra fazer mais porra nenhuma. E ainda troca seis por meia dúzia.

    O pior, é quando dá certo, e algumas vezese dá, aí os comentaristas de resultado adoram. E elogiam o Guardiola dos pobi. Como o Bolivar não ganhou ontem, ainda vão deitar e rolar, e acabam dizendo que é isso mesmo e que foi um ótimo resultado. Podem esperar. Ainda bem que tem quem pense diferente. Já o treinador do Arsenal de Quixadá, acreditando na covardia do nosso time, mudou para ganhar o jogo, e quase conseguiu. Milagre do Richard salvou.

    Talvez seja melhor ficar por aqui mesmo, e tentar ganhar o manjadim, que é o que podemos ganhar com esse time mesmo. Time não tem sangue nos olhos. Não sabe jogar uma Sul-americana. Torcida fica puta da vida com razão. Além de tudo isso, ainda mandam um árbitro Mandrake, que não deu vantagem em contra-ataque do Vina que saiu na cara do gol, e nem um pênalti no segundo tempo. Já era esperado. Ele inclusive já apitou outro jogou do Ceará antes, com a mesma má intenção de hoje.

    Pra finalizar, mais do que justa a homenagem ao Dimas, o presente é que foi de grego. Para o Dimas, e também para a torcida.

  • Dragão Alvinegro disse:

    Temos um elenco desequilibrado. O pior é que a diretoria já decidiu que será assim durante toda a temporada. Isso é a característica desse presidente. O que a torcida quer ele é contra. Será brevemente despachado da Copa Brasil, da Sulamericana e verá o adversário ser tricampeão cearense. Depois vamos lutar para permanecer no brasileiro da série A. Tudo isso por falta de 3 ou 4 contratações. É sempre assim.

  • Neto disse:

    Alvinegros tenhamos calma. Nosso elenco é muito bom. Jael, Yoni e Mendoza ainda em fase de adaptação. Leva tempo pra entrosamento, portanto é normal a oscilação. SA.

  • NAZARENO LEMOS disse:

    Assino embaixo do seu comentário com o maior prazer, meu caro DYLVARDO. Essa penca de jogadores que o CEARÁ trouxe não presta pra nada, a começar por esse lutador de MMA, Mendonça. Esse Yone Gonzales parece que só veio mesmo pra cá para conhecer as praias e o JAEL (Já era), Deus que me livre. Quanto aos que vieram lá do outro lado da cidade são de fazer pena. Esse Gabriel Dias vai me matar de raiva como aquela pústula do CAMETÁ, esperem só o desempenho dele no Clasco. Quanto ao MARLON até que é voluntarioso (que palavra), mas é só, e ainda por cima não sabe (ou não quer) bater penalty.
    Ê ÊÊÊ, já tou começando a ficar preocupado…

  • carlos disse:

    O vozão até aonde eu contei errou mais de 40 passes, e quem errou mais foi o mendoza, eu nunca vi um atacante que não chuta a gol esse vizeu, o ataque do vozão é pra ser jael e Saulo.

\

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *